Engenheiro do Metrô-DF morre após piso de sala ceder em estação

Renato da Costa Martins sofreu fraturas no braço, na costela e teve o pulmão perfurado no acidente de trabalho

atualizado 25/03/2022 17:27

Renato da Costa Martins, engenheiro do Metrô-DF morto após piso ceder em sala técnica de estação de TaguatingaMaterial Cedido ao Metrópoles

Um engenheiro da Companhia do Metropolitano do  Distrito Federal (Metrô-DF) morreu, nesta sexta-feira (25/3), após sofrer um acidente de trabalho, na estação Praça do Relógio, em Taguatinga Centro. Renato da Costa Martins estava em uma sala técnica quando um piso falso cedeu e ele caiu, sofrendo fraturas graves. O profissional deu entrada no Hospital Anchieta, na mesma região administrativa, mas não resistiu aos ferimentos.

Informações preliminares davam conta de que o empregado público teria sofrido fraturas no braço, na costela e perfuração no pulmão. Porém, segundo o Metrô, a família não confirma o laudo.

O acidente aconteceu na manhã dessa quinta (24/3). Renato trabalhava na retirada de um equipamento obsoleto no local quando o piso suspenso caiu. Fontes ouvidas pela reportagem afirmam que o empregado chegou a andar após o acidente, apesar de alegar fortes dores no braço. Ele teria dito, ainda, que não conseguiria assinar o documento na hora da devolução da chave que dá acesso à sala técnica.

Renato não foi encaminhado imediatamente ao pronto-socorro, ele procurou a unidade de saúde posteriormente. O engenheiro era lotado na Diretoria Técnica do Metrô-DF.

Procurado, o Metrô-DF emitiu nota dizendo que “está prestando assistência à família e realizando os trâmites necessários da comunicação à Polícia Civil. Aguarda ainda os laudos médicos, que vão atestar a causa da morte”.

Segundo o Sindicato dos Metroviários (SindMetrô-DF), o acidente é resultado da falta de investimento e manutenção das áreas e trens do metrô.

“Nós repassamos nossos sinceros sentimentos aos familiares do Renato. Acordamos hoje tristes e com um membro a menos na família metroviária, e isso é uma perda imensurável!”, desabafou uma das diretoras do SindMetrô, Renata Campos.

Leia a nota da companhia na íntegra:

“A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) informa que o empregado Renato da Costa Martins sofreu uma queda na sala técnica da estação Praça do Relógio. O acidente ocorreu na quinta-feira (24), por volta de 11h.

Ele foi atendido no Hospital Anchieta, onde ficou internado. Os exames de imagem constataram uma lesão no ombro e indicaram a necessidade de uma cirurgia, que seria realizada às 11h de hoje.

Com muito pesar, o Metrô-DF informa que Renato veio a óbito, hoje, no hospital. O Metrô-DF está prestando assistência à família e realizando os trâmites necessários da comunicação à Polícia Civil. Aguarda ainda os laudos médicos, que vão atestar a causa da morte”.

Quer ficar ligado em tudo o que rola no quadradinho? Siga o perfil do Metrópoles DF no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias