Agências do Trabalhador no DF têm 188 oportunidades de emprego. Veja

A remuneração mais alta é destinada para quem tem formação superior em ciências atuariais

atualizado 09/08/2020 18:42

carteira de trabalhoFelipe Menezes/Metrópoles

As agências do trabalhador no Distrito Federal abrem a semana com 188 oportunidades de emprego. Nesta segunda-feira (10/8), estarão abertas vagas em 36 diferentes profissões. Os salários podem chegar a R$ 3,5 mil.

A remuneração mais alta é destinada para quem tem formação superior em ciências atuariais, sendo uma vaga para atuário, profissional especialista em avaliar e administrar riscos. Não é preciso experiência.

Outras quatro áreas exigem nível superior de escolaridade: arquiteto de interiores (1), design de interiores (uma vaga para estagiário), projetista de móveis (1) e auxiliar contábil (1). Para essas profissões, a remuneração varia entre R$ 1.200 e R$ 1.500.

Ensino fundamental

Há oportunidades, também, para outros níveis de escolaridade. Com exigência de ensino fundamental completo, açougueiro (23) e auxiliar de lavanderia (13) oferecem o maior número de oportunidades.

Profissões como ajudante de carga e descarga de mercadoria, auxiliar de linha de produção, garçom e auxiliar operacional de logística, oferecem, cada uma, dez vagas no mercado de trabalho.

Ofertas

As ofertas das agências do trabalhador também abrem espaço para pessoas com deficiência, principalmente como auxiliares de limpeza, manutenção predial, de padeiro e nos serviços de alimentação.

Há, ainda, procura por fiscal de prevenção de perdas e repositor de mercadorias. Nestas áreas, são 31 vagas e todas exigem experiência profissional.

Os interessados em concorrer a alguma das vagas devem procurar uma das agências do trabalhador, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Também é possível buscar pelo aplicativo Sine Fácil – que, em virtude da pandemia de Covid-19, disponibiliza o serviço. Só serão encaminhados às vagas aqueles que se encaixarem no perfil solicitado pelas empresas.

Últimas notícias