DF: homem armado em festa com 200 pessoas é baleado após atirar em PMs

Segundo a corporação, o homem resistiu à prisão, tentou atirar nos policiais e acabou baleado. Ele foi levado em estado grave para o HBDF

atualizado 19/02/2021 7:16

A Polícia Militar prendeu um homem de 27 anos, na madrugada desta sexta-feira (19/2), na quadra 5 do Estrutural, que estava armado em uma festa com 200 pessoas. O suspeito fugiu da abordagem, mas foi alcançado. Segundo a corporação, ele resistiu à prisão, entrou em luta corporal com os militares e deu um tiro em direção à equipe policial, mas a arma falhou.

Em seguida, um militar deu um tiro no suspeito, para contê-lo. O disparo atingiu o braço e abdômen do homem, que foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) em estado grave. A ocorrência é investigada pela 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).

0

A Polícia Militar apreendeu oito armas de fogo entre a noite dessa quinta-feira (18/2) e a madrugada desta sexta-feira (19/2) no Distrito Federal. Os militares apreenderam cinco pistolas, sendo uma de fabricação caseira, e três revólveres, incluindo o que estava com o homem na festa aglomerada na Estrutural.

No primeiro dia de novembro de 2020, homens armados deram tiros em uma festa na região administrativa. Moradores da Estrutural registraram o momento em que o grupo fez ao menos 10 disparos.

Confira:

Em dezembro de 2020, a 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria) cumpriu três mandados de busca e apreensão em investigação que apura a autoria dos disparos efetuados durante uma festa clandestina em Santa Maria. Nas buscas, os agentes apreenderam uma pistola calibre .380 com três carregadores e munições.

De acordo com a PCDF, quatro homens que atiraram para o alto no decorrer do evento já foram identificados. Para um deles, Thalyson Silva – soldado do Exército lotado no Quartel General –, a Justiça expediu mandado de prisão preventiva expedido.

Imagens publicadas em redes sociais sobre a festa clandestina, que ocorreu no dia de Natal, mostram jovens armados com pistolas automáticas atirando para o alto, enquanto dezenas de pessoas cantam, dançam e filmam. A confraternização ocorreu no meio da rua, no Conjunto H da Quadra 204.

Últimas notícias