DF: alunos com cartões bloqueados terão acesso liberado em ônibus

GDF ainda não identificou as causas das falhas do Passe Estudantil, que afetam a volta às aulas na rede pública de ensino

Felipe Menezes/Metrópoles

atualizado 29/07/2019 12:59

As empresas devem liberar o transporte gratuito de estudantes nesta segunda-feira (29/07/2019). O Governo do Distrito Federal (GDF) decidiu garantir as viagens de graça após falhas no sistema do Passe Livre Estudantil nesta manhã, durante a volta às aulas na rede pública de ensino.

Segundo o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro Silveira, as empresas concessionárias devem liberar a entrada dos estudantes no transporte coletivo mesmo se o cartão estiver bloqueado. A princípio, a medida é válida apenas para esta segunda-feira. A pasta ainda não tem dimensão de quantos cartões apresentaram falhas, mas destacou que elas não atingiram 100% dos alunos. Não sabe também o que causou também o problema.

Após recesso do meio do ano, 460 mil alunos da rede pública de ensino do DF voltaram às aulas. Davi Neves, 17 anos, teve que pagar R$ 5 para pegar o metrô de Ceilândia até o Setor Leste, na 611/612 Sul, onde estuda. “Não consegui passar. O meu cartão tá dando como se estivesse vencido”, contou.

0

 

Outro aluno, que preferiu não se identificar, também reclama que o seu Passe Estudantil não funcionou nesta segunda-feira. O rapaz estuda no Instituto Federal de Brasília (IFB) da Estrutural e mora em Ceilândia. Mas não conseguiu usar o cartão.

De acordo com a pasta de Mobilidade, todos os cartões foram revalidados na sexta-feira (26/07/2019). “É importante destacar que quem estiver tendo problemas com o cartão do Passe Livre Estudantil deve entrar em contato com 162, que já tem uma equipe preparada para apurar e resolver a situação”, afirmou a pasta. Já a Companhia do Metropolitano garantiu que o seu sistema está funcionando normalmente.

Sem o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), a bilhetagem eletrônica está sob a responsabilidade da Semob. O órgão foi extinto por meio da Lei nº6.334, publicada no Diário Oficial de 22 de julho. De autoria do Poder Executivo, o texto foi aprovado pela Câmara Legislativa (CLDF) no dia 18 de junho e sancionado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB).

DFTrans
O fim do DFTrans foi anunciado pelo governador em 8 de abril, data em que passageiros de ônibus e metrô enfrentaram muitos transtornos para recarga de cartões. Eles se queixaram de não conseguirem utilizar os créditos do vale-transporte. Na hora em que passavam o cartão no validador, deparavam-se com a mensagem de “saldo insuficiente”. Revoltadas e em busca de respostas, dezenas de pessoas protestaram no posto do DFTrans na Rodoviária do Plano Piloto.

Nos próximos meses, o Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) vai passar a ser gerido pelo Banco de Brasília (BRB). De acordo com o artigo 11 da lei, a instituição ficará responsável pela confecção, manutenção de cadastros, geração, distribuição e comercialização dos cartões, informações inerentes ao sistema, bem como pelo repasse dos valores devidos individuais, exceto a parcela relativa a eventual subsídio.

Infraestrutura
Além de falhas no Passe Livre Estudantil, alunos enfrentam problemas em instituições de ensino que ainda precisam de reforma e reparos. Entre os colégios afetados, está a Escola Classe 52 de Taguatinga, conforme reportagem do Metrópoles publicada nesse domingo (28/07/2019). Na instituição, os 360 alunos começaram o segundo semestre letivo de 2019 separados e em salas improvisadas.

 

Últimas notícias