Contra tráfico de pessoas, prédios públicos do DF ganham iluminação azul

"Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas" terá ainda ações como a emissão gratuita de RG a crianças e adolescente. Veja programação

atualizado 26/07/2021 19:56

buriti cores azulNilson Carvalho/Agência Brasília

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) promove a partir desta segunda-feira (26/7) a Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Para favorecer a conscientização sobre o tema, serão iluminados na cor azul o prédio da Sejus na Rodoferroviária, a Torre de TV, o Palácio Buriti, a Câmara Legislativa e o Museu da República.

A iluminação é uma referência à campanha internacional Coração Azul, que representa a tristeza das vítimas do tráfico de pessoas e seu impacto na sociedade. A cor fica nos prédios até sexta-feira (30), que é o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.

Ao longo da semana estão programadas outras atividades, como uma panfletagem no Parque da Cidade, nesta terça (27), e na Rodoviária do Plano Piloto, na quinta (29), para informar as pessoas sobre a prevenção e os canais de denúncia.

Na quarta (28), às 14h, pelo canal da Sejus no YouTube, será transmitida a live Desmistificando o tráfico de pessoas, um crime real e silencioso. Na sexta-feira (30), ocorrerá uma blitz educativa em parceria com a Polícia Rodoviária Federal na BR-020, com o tema “Não dê carona para o tráfico de pessoas”.

“Vamos chamar a atenção das pessoas sobre esse crime e alertá-las sobre as situações de risco e as formas de prevenção”, informa a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani. “Acreditamos que o melhor jeito de combater o tráfico humano é com informação”.

Emissão de RG

Outra atividade que faz parte da Semana de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas é o programa Identidade Cidadã. O objetivo é emitir a primeira Carteira de Identidade para crianças e adolescentes nos postos do Na Hora, sem a necessidade de agendamento prévio e de forma gratuita.

O atendimento será até sexta-feira, por ordem de chegada e emissão de senha. Caso necessário, em decorrência da pandemia de Covid-19, o agendamento será garantido para atendimento futuro nessas e nos demais postos de identificação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Para fazer a emissão do documento, menores de 16 anos devem ser acompanhados por seus representantes legais, sendo necessário levar CPF, Certidão de Nascimento (original ou cópia autenticada) e RG original dos pais.

O acesso a esse documento, lembra a Sejus, reduz a vulnerabilidade de crianças e adolescentes ao garantir o registro de seus dados nos sistemas de segurança pública. (Com informações da Secretaria de Justiça e Cidadania)

0

Últimas notícias