Começa mutirão de reconstrução mamária para brasilienses que tiveram câncer

Serão feitas 40 cirurgias no HRT, em pacientes já selecionadas. Iniciativa ocorre em parceria com Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

atualizado 26/10/2020 23:00

painel outubro rosaVinícius de Melo/Agência Brasília

O Hospital Regional de Taguatinga (HRT) iniciou um mutirão de reconstrução mamária nesta segunda-feira (26/10). A ação vai beneficiar 40 pacientes, já selecionadas para receber cirurgias de reconstrução da mama, mastectomia com reconstrução e tatuagem de aréolas.

O trabalho será feito até o dia 30 de outubro, integra as iniciativas do Outubro Rosa e é uma parceria da Secretaria de Saúde com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Profissionais da saúde de outras unidades e estados se voluntariaram para compor as equipes.

“Essa ação ocorre para devolver a autoestima dessas mulheres e diminuir o sentimento de mutilação que elas apresentam após os procedimentos necessários para tratamento do câncer”, destaca o diretor do HRT, Renato Siqueira.

A paciente Priscilla Costa foi selecionada para procedimento de mastectomia durante o mutirão. “Faltam palavras para descrever esse momento. Estou na luta contra o câncer e na expectativa para vencer a doença”, afirmou, emocionada.

As ações do Outubro Rosa no HRT começaram em 2015, com o objetivo de melhorar a autoestima e encerrar o ciclo das mulheres que venceram o câncer. A reconstrução mamária é uma cirurgia eletiva regulada e disponível na rede pública de saúde. (Com informações da Secretaria de Saúde)

0

 

Últimas notícias