Onda de frio no Brasil deve derrubar a temperatura no DF a 6ºC até o fim de semana

A madrugada desta terça-feira (27/7) registrou mínima de 10ºC. Umidade relativa do ar deve variar entre 75% e 25%

atualizado 27/07/2021 9:36

Frio e seca em TaguatingaHugo Barreto/Metrópoles

Nova massa de ar frio, de origem polar, promete despencar as temperaturas na região central do país e intensificar o frio no DF nos próximos dias, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Na capital da República, a madrugada desta terça-feira (27/7) registrou mínima de 10ºC na Estação Meteorológica do DF, porém, à tarde, os termômetros devem chegar a 26°C.

A seca também castiga os brasilienses. A umidade relativa do ar varia entre 75% e 25%, com poucas nuvens.

0

Um frio mais intenso, no entanto, deve atingir o DF entre sábado (31/7) e domingo (1°/8). A previsão é que os termômetros registrem mínima de até 6ºC, de acordo com o meteorologista Cleber Souza.

“O frio deve ser mais acentuado na Região Sul do país. Mesmo assim, haverá declínio em outras localidades centrais. No DF, a influência ocorrerá com mais intensidade no fim de semana. Os termômetros podem bater a marca de 6ºC”, explicou Souza.

No início de julho, o DF chegou à temperatura mais baixa do ano, com 4,9°C. A capital federal continua sem previsão de chuva para as próximas semanas devido ao período de estiagem.

Segundo o MetSul, a semana que começa será influenciada pela massa de ar frio de origem polar mais forte a alcançar o Brasil até agora neste ano, mas os reflexos não se darão com a mesma força das últimas duas ondas de frio no Centro-Sul do Brasil.

Em muitas cidades do Sul do país, será o frio mais intenso de 2021 até agora, mas na maior parte das localidades do Centro-Oeste e do Sudeste as marcas do fim de junho e da última semana não deverão ser batidas.

Mais lidas
Últimas notícias