*
 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) arquivou processo aberto contra taxistas e entidades da classe no Distrito Federal. A investigação havia sido aberta em 2015 após denúncia da empresa Uber e dos diretórios de estudantes da Universidade de Brasília (UnB) e do Centro Universitário de Brasília (Ceub).

Na investigação, os taxistas eram suspeitos de terem utilizado meios abusivos para excluir e barrar a entrada do aplicativo Uber no mercado de transporte de passageiros, incluindo violência e ameaças a motoristas e clientes da empresa.

Em outubro do ano passado, a superintendência geral do Cade havia recomendado o arquivamento do processo após entendimento de que não havia provas suficientes contra os taxistas. O Ministério Público Federal também pediu o arquivamento da investigação. “Todos os pareceres são convergentes no sentido do arquivamento do processo e eu concordo com os fundamentos deles”, afirmou o relator do caso, Maurício Maia, durante o julgamento.