Bando de grileiros que expulsa moradores de lotes na Estrutural é alvo da PCDF

Grupo possui ramificações no assentamento 26 de Setembro e se especializou em extorsão, estelionato, homicídios e falsificação de documentos

Uma associação criminosa temida na Cidade Estrutural, acusada de usar de ameaças e violência para expulsar moradores de seus lotes, é alvo de uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) nas primeiras horas desta sexta-feira (27/8). Equipes da 8ª Delegacia de Polícia (Estrutural) cumprem quatro mandados de prisão e nove de busca e apreensão.

De acordo com a delegada-chefe da 8ªDP, Jane Klebia, o bando possui ramificações no assentamento 26 de Setembro e se especializou em cometer extorsão, estelionato, homicídios e falsificação de documentos públicos. O lucro dos criminosos seria, justamente, com a venda fraudulenta dos lotes tomados à força de moradores da região.

Os policiais buscam por armas, drogas, documentos falsos e outras provas que confirmem a atuação dos criminosos na região.

Ainda de acordo com a polícia, os envolvidos tinham passagens por tráfico de drogas, homicídio, porte de arma, roubo dentre outros.

O caso que motivou o pedido de prisão foi a expulsão de uma família de uma casa. Logo após, os criminosos venderam a residência para outras vítimas, fornecendo escritura falsa.

Foram presos dois alvos de mandado de prisão, dois casais traficantes, R$ 2 mil em dinheiro e documentos que serão analisados.