Atirador esportivo invade casa, atira e ameaça família no DF

Alex Alves Lourencio alegou que um dos moradores havia roubado o celular dele. Acusado acabou preso em flagrante

atualizado 29/11/2021 8:35

Arma de fogoMax Kleinen/Unsplash

Um atirador esportivo foi preso pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) após invadir e efetuar disparos dentro de uma casa, no Paranoá. O caso ocorreu nesse domingo (28/11). Segundo testemunhas, o autor estava descontrolado e alegava que um dos moradores havia roubado o celular dele.

Uma das testemunhas relatou que Alex Alves Lourencio invadiu o imóvel com uma pistola. A todo momento gritava que teve o celular roubado e que mataria o suposto ladrão. Um dos moradores acordou e negou as acusações, momento em que Alex mandou todo mundo ajoelhar e deu um tiro no chão da cozinha.

Nervoso, o homem chegou a pegar o celular de uma das vítimas e voltou a ameaçar toda a família, que precisou sair da residência. Os vizinhos viram a cena e acionaram a PM.

Aos policiais o atirador alegou que estava em seu carro quando criminosos quebraram os vidros do veículo e roubaram o aparelho. Ele conta que “perdeu a cabeça” e foi em casa pegar a arma. Ainda segundo Alex, um morador afirmou que o autor do roubo morava na Quadra 19 e apontou a casa do suposto criminoso.

O homem nega ter invadido o imóvel. Afirma que bateu no portão e pediu o celular de volta. Também justificou o tiro, afirmando que tratou-se de disparo acidental.

No local, a PM apreendeu uma pistola calibre .9mm, com o carregador contendo nove projéteis intactos. O preso foi conduzido à 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) e autuado por roubo majorado pelo emprego de arma de fogo, porte ilegal de arma de fogo e disparo de arma de fogo.

Mais lidas
Últimas notícias