Busca

Andressa Mendonça reata casamento com Carlinhos Cachoeira e diz “o amor vence barreiras”

Nesse sábado, a empresária publicou uma foto dos dois com a legenda: “O amor vence barreiras, o meu constrói caminhos”

Há pouco mais de um mês após anunciar o término do casamento com Carlinhos Cachoeira por meio das redes sociais a empresária Andressa Mendonça, conhecida como Musa da CPI, voltou a internet para sinalizar um retorno com o então ex-marido. A união já dura cinco anos. Neste sábado (17/10), a empresária publicou uma foto dos dois com a legenda: “O amor vence barreiras, o meu constrói caminhos”.

“O amor vence barreiras, o meu constrói caminhos.” Otavio A.

Uma foto publicada por Andressa Mendonça (@andressamendonca1) em

A foto teve mais de mil curtidas e 100 comentários. A maioria felicitava o casal. Em 9 de setembro, Andressa escreveu uma longa mensagem em seu perfil do Facebook, explicando a decisão de terminar com Cachoeira, condenado por corrupção e por liderar um esquema de exploração de jogos ilegais em Goiás e no Distrito Federal. “Foram cinco excelentes anos de sucesso e boa convivência. O fato de ter chegado a um ocaso não reflete qualquer fracasso”, diz um trecho.

Casamento 
A relação teve início em 2010. A cerimônia de casamento foi realizada em 2012. O local da festa era um condomínio de luxo em Goiânia. No dia, em entrevista aos jornalistas, Cachoeira se declarou para mulher e chegou a se ajoelhar e beijar os pés da esposa.

Monte Carlo
O contraventor foi preso em 2012 durante a operação da Polícia Federal denominada Monte Carlo. A ação desmontou uma quadrilha que explorava máquinas caça-níqueis e pagava propina para agentes públicos de segurança. Carlinhos Cachoeira foi apontado como líder do esquema.

As investigações apontaram que Cachoeira concedia a donos de galpões clandestinos, localizados em cidades goianas, uma espécie de “licença” de exploração dos pontos onde as máquinas eram instaladas. De acordo com a PF, a quadrilha chegou a operar por 17 anos com a conivência de agentes de segurança de Goiás.