Mãe e irmãos de Elizamar receberam ameaças de morte, diz advogado

O advogado de parentes da cabeleireira Elizamar disse que familiares da vítima da chacina no DF receberam mensagens com ameaças

atualizado 25/01/2023 21:15

Fotografia de rosto de homem de óculos Breno Esaki/Especial Metrópoles

A barbárie que cerca a chacina contra 10 membros de uma mesma família do Distrito Federal parece não ter fim. Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (25/1), o advogado dos parentes de Elizamar da Silva, 39 anos, informou que a mãe e os irmãos da cabeleireira, moradores de Planaltina (GO), receberam ameaças de morte.

“A família está aterrorizada, com muito medo. Existem indícios de ameaças de morte contra eles. Vamos requerer junto à Polícia Militar de Goiás proteção à família”, diz o advogado João Darc’s. “São pessoas humildes, de poucos recursos”, afirma.

As mensagens citadas pelo advogado teriam chegado por meio do WhatsApp. No entanto, o conteúdo não foi revelado em respeito aos familiares.

Dez pessoas de uma mesma família foram encontradas mortas, em uma história carcada de mistério, que é desvendado dia a dia pelas investigações.

Elizamar e os três filhos foram os primeiros integrantes da mesma família a desaparecer e deram origem às investigações acerca da chacina.

Organograma mostra integrantes de família assassinada em chacina em Planaltina, DF, e as relações com seus executores - Metrópoles

Mais lidas
Últimas notícias