Águas Claras: vazamento de produto tóxico mobiliza bombeiros

Material é composto por mistura de tintas e outros insumos usados em impressões gráficas

CBMDF/DivulgaçãoCBMDF/Divulgação

atualizado 03/12/2019 22:07

O vazamento de um produto tóxico descartado de maneira irregular por gráfica de Águas Claras mobilizou o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), na tarde desta terça-feira (03/12/2019). De acordo com a corporação, o material vazado é tinta de impressora.

O estabelecimento comercial fica localizado no Conjunto 13 da Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) da cidade. Conforme informado pelos bombeiros, a tinta foi jogada em uma caçamba de entulho, mas vazou e atingiu a galeria de águas pluviais do local. Há suspeita de que o conteúdo tenha contaminado o Córrego Vicente Pires.

O material é inflamável e tóxico, segundo o CBMDF. Após o incidente, os funcionários do estabelecimento foram levados à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e à Ordem Urbanística (Dema) para explicar o ocorrido. A unidade policial irá investigar o episódio.

Procurado pela reportagem, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) não havia se posicionado até a última atualização desta matéria.

Últimas notícias