Velhofobia? Maduros não querem ser chamados de “grupo de risco”

Pesquisa da Maturi revela que público 50+ não concorda com a denominação “grupo de risco” e busca no empreendedorismo uma nova fase de vida profissional. Plataforma investe, incentiva e fomenta a recolocação dos maduros no mercado

atualizado 09/10/2020 11:31

A pandemia do novo coronavírus virou o mundo de cabeça para baixo. Além de enfrentar o isolamento social, a perda de pessoas próximas e as consequências econômicas, a terceira idade precisa lidar com mais um obstáculo: a velhofobia do mercado de trabalho. Se antes o público maduro já enfrentava preconceito em um mercado competitivo e que não reconhece sua experiência e comprometimento, agora quem tem mais de 50 anos precisa enfrentar o estigma do “grupo de risco”.

Uma pesquisa realizada pela Maturi, plataforma voltada para a geração de oportunidades e capacitação do público 50+ (os “maturis”), revela que, entre os mais de 4 mil entrevistados, 39,2% consideram que a denominação “grupo de risco” fez aumentar, ainda mais, o preconceito em torno desses profissionais. Para essa parcela da população, o nome causa uma impressão errada de que pessoas maduras sejam mais fragilizadas e suscetíveis a adoecerem e que, por isso, não são positivas para empresas. Além disso, quem discorda da nomenclatura afirma que, na atual situação do mundo, comportamentos de risco são o que verdadeiramente importam, os quais não são ditados pela idade.

O CEO da Maturi, Mórris Litvak, destaca que o preconceito é um dos maiores obstáculos dos maturis, quando o assunto é a busca por oportunidades. “Uma visão errônea que muitos empregadores possuem é de que os maduros não são digitais. Pelo contrário, percebemos uma participação muito ativa deles em nossos cursos e eventos online, além da familiaridade com as ferramentas tecnológicas”, diz.

Oportunidades e capacitação

Para driblar os obstáculos que o público acima dos 50 anos enfrenta na hora de procurar uma vaga, nasceu a Maturi. No início, a plataforma, que é pioneira no Brasil, tinha como objetivo principal conectar profissionais maduros e experientes a empresas. Porém, a transformação do mercado foi grande nos últimos anos e a Maturi, que completou cinco anos este mês, também evoluiu, ampliando sua atuação e abrindo novos horizontes.

Mais que buscar a recolocação dos profissionais, a plataforma percebeu a necessidade de oferecer mais ferramentas para os profissionais buscarem oportunidades e irem além do modelo de emprego tradicional, com forte incentivo ao empreendedorismo. “O mundo mudou, os 50+ mudaram e nossa mentalidade dentro da Maturi também. Nós percebemos que mais que encontrar vagas e incentivar que empresários abrissem as portas para a experiência e comprometimento dos maturis, era preciso investir em conhecimento, capacitação e estímulo de novos horizontes para que esses profissionais possam abrir seus próprios negócios”, comenta Litvak.

Uma das ações da plataforma é a realização do MaturiFest, um evento anual e pioneiro com três edições, que, por meio de palestras, workshops e salas de networking, fomenta o empreendedorismo 50+. Este ano, em formato digital, o MaturiFest reuniu mais de 8 mil participantes de todo o país.

Em 2019, José Coelho (60) foi um dos mais de 500 participantes do evento presencial, que se jogou de cabeça no mercado e, hoje, é sócio da The Plot Company. “O MaturiFest me ajudou a ter uma visão diferenciada, exatamente no momento em que eu, como maturi, experimentava uma transição de vida e carreira super impactante. O evento abriu portas, me conectou com pessoas que viviam o mesmo contexto e me inspirou a seguir caminhos próprios no mundo das startups e do empreendedorismo”, conta.

Atualmente, a plataforma registra mais de 80 mil acessos mensais, o que demonstra a vontade e o engajamento desse público em buscar oportunidades. Nos seus cinco anos de atuação, mais de mil empresas e 150 mil profissionais já se cadastraram na plataforma, que busca sempre desenvolver ambos os lados com seus conteúdos e treinamentos.

A Maturi além dos Jobs
Quando nasceu, há cinco anos, a Maturi tinha o foco na geração de empregos e oportunidades para o público 50+. Atualmente, a plataforma conta com diversos outros serviços que contemplam muito mais que apenas essa conexão entre empresas e profissionais.

No final de 2019, a empresa lançou a MaturiServices, um marketplace para freelancers 50+, seguro e inovador para a compra e venda de serviços online. A plataforma oferece, também, a oportunidade de transformar conhecimento, talento ou hobby dos maturi em uma fonte de renda.

Outra iniciativa lançada recentemente pela Maturi foi a MaturiAcademy, uma plataforma que oferece conteúdo produzido especialmente para pessoas maduras que buscam novos horizontes de carreira ou mesmo a atualização necessária para se manter no trabalho atual. Com formato leve e dicas práticas, experts trazem conteúdo relevante em produções de altíssima qualidade, ao vivo e gravadas, para os mais de 5 mil cadastrados.

Principais resultados da Pesquisa Maturi
Sexo: 52% mulheres e 48% homens;
Estado civil: 61% casados ou em união estável, 22% divorciados, 14% solteiros e 6% viúvos
Durante o isolamento social: 77% só saem para o essencial, 12% não saem de casa de modo algum, 9% saem para trabalhar e 2% não aderiram ao isolamento.
Renda: 27,9% tem renda entre R$5mil e R$10 mil; 20,5% tem renda entre R$3mil e R$5mil; 20,3% ultrapassam os R$10mil e 27,1% possuem rendimentos até R$3 mil.
Estratégias financeiras durante a pandemia: 60,1% reduziram ou cortaram gastos, 31,4% não precisaram recorrer a nenhuma estratégia a curto e médio prazo, 30,5% procuraram por um novo ou segundo emprego, 26,8% retiraram alguma quantia da poupança e 0,4% recorreu ao auxílio emergencial do Governo Federal. Obs: Nesta questão, os entrevistados poderiam assinalar mais de uma opção.
Os maturis no mercado: 38,1% são empresários ou empregadores; 34,7% têm empregos formais; 32,5% são autônomos, prestadores de serviço ou profissionais liberais; 10,9% estão desempregados; 10,3% têm empregos informais e 2,4% são aposentados.

Website: https://www.maturi.com.br/

Últimas notícias