Único museu de invenções da América Latina, em São Paulo, reabre para visitação

Retomada foi autorizada após capital paulista entrar na fase verde de flexibilização

atualizado 15/10/2020 17:00

Óculos para colocar colírio, máquina capaz de gelar garrafas em sete segundos, desodorante com aplicação simultânea nas axilas ou boné para tirar cisco do olho. Os objetos por demais curiosos só são algumas das mais de 500 peças expostas no acervo da Inventolândia, o primeiro museu de invenções da América Latina, situado no bairro de Perdizes, em São Paulo.

Inaugurado em 1996, o museu chegou a receber 2 mil visitantes por mês. Em março deste ano, com o início da pandemia de Covid-19, precisou fechar as portas. O contato com o público permaneceu através de transmissões via redes sociais. Depois de sete meses, a Inventolândia retomará o funcionamento presencial. A reabertura aconteceu nesta semana, na fase verde de flexibilização da quarentena na cidade de São Paulo, que contempla, dente outras categorias, museus, cinemas e teatros culturais.

Para retomar o funcionamento, a Inventolândia elaborou um plano de retomada, a fim de garantir a segurança do público e dos colaboradores. Será preciso usar máscara de proteção durante toda a visita, além de respeitar as regras de distanciamento social. Haverá controle no número de visitantes e disponibilização de álcool em gel.

“O museu é uma fonte de informação sobre tecnologia. Não aquela de ponta, mas a tecnologia do dia a dia, que surge a partir de uma necessidade específica e de uma cabeça criativa. As novas gerações precisam ter contato com as invenções para entender que algumas ferramentas que mudaram a vida da sociedade só existem porque alguém as criou”, conta Carlos Mazzei, presidente da Associação Nacional dos Inventores e responsável pelo museu.

Outro destaque do museu são as invenções criadas durante a pandemia de Covid-19, que facilitaram o acesso a serviços em diversas esferas. Um dos destaques é a máscara utilizada para a prática de exercícios físicos, que facilita a respiração dos atletas.

Depois de tanto tempo em confinamento, adultos e crianças voltaram a visitar o museu neste sábado. “Prometi este passeio aos meus filhos havia algum tempo. Foi importante fazer a visita, sobretudo porque entendemos que, embora a tecnologia seja essencial, ela só funciona porque é planejada, antes de tudo, por uma mente humana. É isso que estamos observando aqui. A visita é fascinante”, conta o administrador Márcio Varela, pai de Júlia e João.

Serviço:
Inventolândia – Museu das Invenções
Rua Doutor Homem de Mello, 1.109, Perdizes, São Paulo. Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. Preço: R$ 15. Outras informações e agendamento para grupos: 11 3873-3211.

Website: https://www.museudasinvencoes.com.br/

Últimas notícias