Espaços pet friendly ganham força em ambientes corporativos

Segundo uma pesquisa realizada pela Virginia Commonwealth University, nos Estados Unidos, a presença de pets no ambiente de trabalho pode trazer diversos benefícios à saúde.

atualizado 15/10/2020 9:30

Segundo uma pesquisa realizada pela Virginia Commonwealth University, nos Estados Unidos, a presença de pets no ambiente de trabalho pode trazer diversos benefícios à saúde, como a redução de estresse e o aumento de bem-estar, dando início ao conceito de espaço pet friendly, cada vez mais adotado por empresas de todo o mundo – incluindo o Brasil.

A pesquisa levou em consideração as informações coletadas a partir de colaboradores que levavam seus cães para o trabalho em comparação aos que não os levavam e, ainda, aos que não tinham um espaço de acolhimento para animais de estimação. Os responsáveis pelo estudo constataram que as diferenças nos níveis de estresse entre os que estavam em presença canina e os que não estavam eram bastante significativas.

Cresce a adoção de espaço pet friendly no Brasil

São Paulo já conta com alguns locais de coworking com espaço pet friendly. O escritório do próprio Google permite que os funcionários levem seus cães ao trabalho. Como o próprio termo “espaço pet friendly” sugere, ele é a possibilidade de ter a presença de cães amigáveis em um local apropriado para tal, que se responsabiliza por prover o que é necessário para os animais, como água, alimento e conforto.

É preciso preparar o ambiente para receber o espaço pet friendly

Uma empresa que cogita adotar um espaço pet friendly deve começar a adaptar o ambiente para torná-lo o mais acolhedor possível aos pets e aos colaboradores, o que muitas vezes demanda um projeto de arquitetura corporativa que leve em consideração a implementação desse novo conceito, com todos os cuidados necessários e sem desconsiderar a opinião dos funcionários que não são tão simpatizantes de animais de estimação.

A ideia é criar um ambiente harmonioso para todos, e a empresa pode começar adotando o pet day, por exemplo, para que os funcionários levem seus pets para a empresa em um dia da semana; assim, todos podem fazer um teste para saber como a dinâmica pode funcionar.

Alguns pontos importantes a serem considerados sobre o que é preciso para a implantação do espaço pet friendly são:

– Instalar ganchos espalhados pela empresa, nos quais os donos de pets possam pendurar as guias de seus cães;
– Organizar um cronograma para que todos os funcionários possam levar seus pets sem que haja superlotação no local;
– Fornecer tudo o que for preciso para garantir o bem-estar e saúde dos animais, como água e comedouros bem espalhados pelo local. A comida não deve estar disponível o tempo todo, e sim em horários pré-determinados, evitando problemas de ordem fisiológica aos pets;
– Os tapetes higiênicos também devem ser de responsabilidade da empresa, e precisam estar sempre nos mesmos locais para que os animais possam se acostumar a fazer suas necessidades no lugar certo;
– É fundamental ter a autorização do prédio comercial (no caso de ser um local alugado) para a entrada e presença de animais, tanto nas dependências, quanto em elevadores.

Espaço pet friendly pode precisar de projeto de arquitetura corporativa para funcionar adequadamente

O espaço pet friendly traz benefícios para colaboradores e para os próprios cães, diminuindo o estresse, a ansiedade e trazendo qualidade de vida para o ambiente de trabalho. Para que o espaço possa funcionar da melhor forma possível, as empresas podem contar com os projetos de arquitetura corporativa da Plantar Ideias, que leva em consideração o nível de relaxamento que um ambiente pode proporcionar, além de questões sustentáveis e ambientalmente corretas.

Ao navegar pelo site, é possível conhecer mais sobre os projetos de arquitetura corporativa da Plantar Ideias.

Website: https://www.plantarideias.com.br/

Últimas notícias