Cientistas do mundo todo se empenham na busca pela vacina contra o coronavírus

No momento, ao menos onze propostas estão em fase final de testes pelo mundo, marcando um recorde de tempo na produção de uma vacina

atualizado 15/01/2021 12:01

Das propostas em execução, há quatro tipos de vacinas contra o coronavírus sendo estudadas e desenvolvidas: genética, viral, de proteína e de vírus inativo. Elas se diferenciam sobretudo na forma de induzir o sistema imunológico, criando as defesas necessárias para impedir a infecção pela Covid-19. 

A vacina genética, como o nome sugere, utiliza material genético do vírus estimulando o organismo a produzir suas defesas. Exemplos de vacinas assim são as fabricadas pela Moderna (EUA) e a BioNTech/Pfizer (Alemanha e EUA) que estão na terceira e última fase de testes. 

No caso da vacina viral, o material genético do coronavírus é aplicado ao corpo por meio de um vírus modificado, fazendo com que seja criada a proteção necessária ao organismo, como as que estão sendo desenvolvidas pela Universidade de Oxford/AstraZeneca. Já a fabricante norte-americana Novavax utiliza proteínas do vírus em sua vacina para obter essa reação imunológica. 

Vacinas do tipo vírus inativo são produzidas a partir do vírus morto ou fragmento dele. A China está à frente desta tecnologia e possui três propostas na fase final de teste: Sinovac, Instituto de Produtos Biológicos de Wuhan/Sinopharm e Instituto de Produtos Biológicos de Pequim/Sinopharm.

Enquanto não há vacinas disponíveis, para manter a segurança e o conforto, a Máscara KNIT Fiber se adapta com perfeição ao rosto, prendendo sem incomodar e protegendo adequadamente boca e nariz nas mais diversas atividades do dia a dia. Além disso, com o filtro de ar, a proteção é similar aos modelos usados por profissionais da saúde. 

A Máscara KNIT Fiber é vendida na loja virtual da marca. Para saber mais e realizar compras, basta acessar www.mascaraknit.com.br.

Website: http://www.mascaraknit.com.br

Últimas notícias