Aplicativo promete volta às aulas com mais segurança

Funcionários, alunos e professores podem ser monitorados diariamente para que possíveis infectados pela COVID-19 sejam rapidamente identificados e isolados

atualizado 22/09/2020 15:07

Após a retomada parcial da economia em função da redução das taxas de contaminação pela COVID-19, o grande dilema continua sendo a volta às aulas. Enquanto o setor de escolas particulares amarga graves prejuízos e alunos perderam o ano, pais e professores permanecem indecisos e temerosos sem saber o que fazer. A UNESCO estimou que mais de 60% dos alunos do mundo tiveram sua educação interrompida pelo fechamento de escolas durante a pandemia, o que resultará em danos ao desenvolvimento social, psicológico e educacional das crianças.

A revista científica The Lancet Child & Adolescent Health, em seu artigo “Finding a path to reopen schools during the COVID-19 pandemic” — ou Encontrando um caminho para reabrir escolas durante a pandemia de COVID-19 — sugere que escolas poderiam reabrir quando houver formas de rastrear e controlar a disseminação do vírus, além do distanciamento social e as boas práticas de higiene.

Foi pensando nessa demanda que a consultoria brasileira 3CON desenvolveu um aplicativo capaz de rastrear, monitorar e gerenciar a condição de saúde dos alunos, professores e funcionários. O objetivo é ajudar escolas, e mesmo empresas, no retorno mais seguro às suas atividades.

De acordo com Genivaldo Araújo, CEO da 3CON, o princípio por trás do app é que as pessoas só se manifestam em relação à sua condição de saúde se lhes for perguntado. O aplicativo, então se encarregará disso e, todas as manhãs, professores e alunos deverão responder perguntas básicas sobre o tema. A partir das respostas, o aplicativo disparará uma série de eventos e exibirá orientações para ajudar a pessoa, ao mesmo tempo em que alerta a direção da escola ou empresa.

Caso algum aluno manifeste um sintoma relevante, ele será orientado a permanecer em isolamento, podendo passar por um primeiro atendimento através da equipe de telemedicina da própria instituição. O app trabalha com um conceito de “segurança máxima” para evitar que casos isolados se transformem em surtos da COVID-19 nos estabelecimentos de ensino.

A solução poderá ser conectada ao sistema gerencial das empresas e escolas, condicionando o registro de presença dos funcionários e alunos ao preenchimento do formulário de saúde do app. Conta com módulo de gestão e versões mobile e web.

Website: http://www.trescon.com.br.

Últimas notícias