Exército abre 41 vagas para oficiais e capelães; salários chegam a R$ 8.245

As inscrições começam nesta quarta-feira (24/06) e vão até 5 de agosto. Há oportunidades para diversas áreas de formação superior

Soldado do ExércitoMichael Melo/Metrópoles

atualizado 24/06/2020 13:14

O Exército abriu, nesta quarta-feira (24/06), concurso para preencher 41 vagas de oficiais e capelães. As oportunidades são para profissionais com formação em administração, estatística, pedagogia, psicologia, direito, informática, enfermagem, teologia, entre outras áreas.

Os aprovados para o quadro complementar realizarão curso de formação com duração de 37 semanas, na Escola de Formação Complementar do Exército (EsFCEx), em Salvador/BA, exceto os profissionais da área da saúde, cuja preparação ocorrerá na Escola de Saúde do Exército (EsSEx), no Rio de Janeiro/RJ.

Após a formatura, os militares do quadro complementar serão nomeados ao posto de primeiro tenente, enquanto os capelães obterão a graduação de segundo tenente, com vencimentos de R$ 8.245 e 7.490, respectivamente, conforme a tabela de salários de 2020 das Forças Armadas.

Para o quadro complementar, há chances nas áreas de administração (3), ciências contábeis (2), direito (3), estatística (2), informática (3), pedagogia (1), psicologia (1), enfermagem (5), veterinária (2), magistério – biologia (2), magistério – espanhol (2), magistério – física (2), magistério – geografia (2), magistério – história (2), magistério – inglês (2), magistério – matemática (1), magistério – português (1) e magistério – química (2).

Das três oportunidades destinadas a capelães, duas são para padre católico e uma para pastor evangélico.

Os interessados podem fazer as inscrições até 5 de agosto após preencher formulário no site do Exército. As inscrições custam R$ 120.

Últimas notícias