Termine a semana empregado: DF tem 209 vagas e salário de até R$ 3 mil

O salário mais alto é oferecido a gerente de produção. Interessados devem procurar agências do Trabalhador

atualizado 30/04/2021 7:38

Carteira de trabalhoAndre Borges/Esp. Metrópoles

As agências do trabalhador do Distrito Federal oferecem, nesta sexta-feira (30/4), 209 oportunidades para profissionais que precisam se recolocar no mercado de trabalho. O salário mais alto, de R$ 3 mil, vai para quem conquistar a vaga de gerente de produção.

No segmento da construção civil e áreas correlatas são 32 oportunidades. Há vagas para auxiliar técnico em construção civil, ajudante de serralheiro, gesseiro, ladrilheiro, marceneiro, marmorista e técnico em edificações. Os salários variam de R$ 1,2 mil a R$ 2 mil, mais benefícios.

Para quem atua na área de mecânica há 10 vagas em aberto. A remuneração mais alta para a categoria é de R$ 2.276,60. Para mecânicos, com experiência em conserto de veículos a diesel, há cinco chances de emprego.

Quem tem carteira de habilitação pode concorrer a uma das 10 vagas disponíveis. São cinco oportunidades para condutores de ônibus rodoviário, três para entregadores, duas para motofretistas e uma para motorista de ambulância.

Os vendedores pracistas ainda têm a maior quantidade de vagas em aberto, proporcionalmente. São 50 oportunidades, com salários mensais que podem chegar a até R$ 1,3 mil, mais benefícios. Os contratantes exigem nível médio de escolaridade e experiência prévia para a maioria das oportunidades.

Os interessados devem procurar uma das 15 agências do Trabalhador em funcionamento no DF , de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A Secretaria de Trabalho reforça que há atendimento remoto para todos os cidadãos e não há necessidade de atendimento presencial. As vagas de emprego podem ser acessadas pelo aplicativo do Sine Fácil.

A Secretaria de Trabalho também disponibiliza o número de telefone para atendimento em caso de dúvidas. Basta ligar no telefone: (61) 99209-1135. Empreendedores que desejam buscar profissionais podem utilizar os serviços das agências do Trabalhador.

Últimas notícias