Dieta radical e excesso de exercício não ajudam a emagrecer com saúde

Quem perde peso em um prazo curto se recupera na mesma velocidade

É bem verdade que diminuir drasticamente a quantidade de alimentos ingeridos e intensificar o treino irá causar um déficit calórico, ocasionando o emagrecimento. No entanto, esse “benefício” é ilusório se considerarmos que peso só se mantém a curto prazo e que quando perdido rápido é recuperado na mesma velocidade.

O emagrecimento ideal e duradouro é aquele que acontece de forma gradual, com equilíbrio na alimentação e na atividade física.

O organismo precisa se adaptar à nova rotina adotada e isso demanda um certo tempo. Por isso, é muito mais interessante mudar hábitos ao invés de optar por estratégias radicais que não se sustentam por muito tempo.

O corpo precisa entender essa mudança, para que o metabolismo se mantenha acelerado. Caso contrário, as supostas células de gordura que murcharam voltam a inchar e aumenta de tamanho trazendo tudo de volta.

Exercício em excesso e alimentação muito restritiva baixa a imunidade, causa insônia, cansaço, altera o humor e pode inclusive gerar lesão articular/muscular.

Para um emagrecimento saudável é necessário acompanhamento nutricional adequado que seja elaborado de acordo com as necessidades individuais sem colocar em risco a saúde. E a mesma regra serve também para a atividade física.

Sua saúde vale muito, não se submeta a dietas e treinos com promessas de resultados rápidos. Entenda que quanto mais constante forem os hábitos adquiridos maior será a percepção de ganho  em todos os aspectos.