A síndrome da distorção da imagem está se tornando epidêmica

Conhecida como dismorfia corporal, a doença tem diagnóstico complicado de se fazer, ainda mais na era da preocupação com a aparência

Dismorfia corporal é um transtorno psicológico onde a pessoa acredita ter defeitos físicos que não possui. São pensamentos que chegam a ser delirantes, no qual o indivíduo tem rituais obsessivos, como o de se olhar no espelho buscando problemas.

A síndrome, conhecida como distorção da imagem, é muitas vezes confundida com a preocupação excessiva com a aparência. O que pode dificultar o diagnóstico nos dias de hoje, já que, a busca pelo estereótipo perfeito tem se tornando para muitos objetivos de vida.

Para o tratamento, tem sido bastante utilizada a psicoterapia, principalmente a comportamental e cognitiva, porém é difícil que o paciente busque ajuda já que não aceita o diagnóstico.

Não se sabe especificamente o que causa a dismorfia corporal. Como muitas outras doenças mentais, o transtorno pode resultar de uma combinação de causas.

Alguns dos sintomas da dismorfia corporal:

  • Tamanho ou desproporção de alguma parte do corpo
  • Alopecia (queda dos cabelos)
  • Defeitos na pele (espinhas, cicatrizes, estrias, etc)
  • Achar-se feio (a)
  • Verificar constantemente o “defeito” no espelho
  • Comparar-se com outras pessoas
  • Tentar disfarçar o problema com óculos, maquiagens, roupas, entre outros

Se você sofre com a dismorfia corporal busque ajuda de um profissional, todos os transtornos podem ser tratados.