Marcas, ideias e pessoas que impactam no mundo da comunicação

Guia orienta ações publicitárias para preservar público infantil

Parceria do Conar com a Google, documento fomenta ainda a atenção dos pais, eles devem acompanhar campanhas que exijam dados dos pequenos

atualizado 07/10/2021 19:22

GoogleBrett Jordan/Unsplash

Anunciantes, agências, influenciadores e demais profissionais que atuam na área de divulgação devem investir em ações que preservem a imagem do público infantil, como evitar conteúdos com estímulo a comportamentos perigosos ou excessos nocivos. Além de não abordar temas sobre bebidas alcoólicas, tabaco ou armas de fogo. Esses são alguns do pontos abordados pelo Guia de Boas Práticas, elaborado pela Google em parceria com o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) e divulgado, gratuitamente, esta semana pela maior plataforma de pesquisa do mundo.

O documento também orienta os produtores a informar, de forma clara e acessível de acordo com a faixa etária de crianças e adolescentes, quando o conteúdo se trata de uma publicidade.

O guia fomenta ainda a atenção dos pais: eles devem ter ciência dos downloads de aplicativos ou do sorteio de itens veiculados pelas ações publicitárias, além de acompanhar qualquer movimento virtual que exija os dados pessoais dos menores.

Clique aqui para baixar o Guia de Boas Práticas.

Últimas notícias