Marcius Melhem perde ação contra revista Piauí por matéria de assédio

No processo, Melhem alegou que a matéria fez um julgamento público contra ele, com abuso de liberdade de expressão

Marcius Melhem perdeu a ação que moveu contra a revista Piauí pela publicação da reportagem “O que mais você quer para calar a boca, filha?”, sobre as acusações de assédio do humorista a Dani Calabresa.

No processo, Melhem alegou que a matéria fez um julgamento público contra ele, com abuso de liberdade de expressão, e, por isso, pediu indenização de R$ 200 mil.

1/7
Marcius Melhem foi acusado de assédio por várias funcionárias da emissora
Ele perdeu ação contra a revista Piauí
Foi na publicação que as acusações começaram a pipocar
Marcius Melhem trabalhou na Globo por 17 anos
Marcius Melhem saiu da Globo após denúncias de assédio sexual
Ele estreou na Globo em 2003 como redator
Marcius Melhem era diretor de humor na Globo

Na sentença, o juiz decidiu que a liberdade de expressão foi exercida de forma moderada, já que a reportagem apresenta fatos de maneira objetiva, sem juízo de valor sobre Melhem.

A ação foi julgada improcedente e o humorista foi condenado a arcar com as custas processuais e honorários dos advogados, no valor de R$ 20 mil. Melhem recorreu da decisão.

Atualização:

A defesa de Marcius Melhem enviou a seguinte nota:

Marcius Melhem irá até o fim para mostrar que as histórias narradas na revista Piauí não são verdadeiras. Convém lembrar que a defesa de Melhem já divulgou um documento com pelo menos 43 erros na reportagem. Vários colegas do humorista que estavam presentes nos momentos narrados pela revista já se dispuseram a depor em juízo para ajudar a restabelecer a verdade. Cinco meses depois da reportagem não há nenhum processo instaurado contra Marcius Melhem por assédio sexual. A verdade vai aparecer no seu tempo.