Justiça obriga Felipe Castanhari a apagar ofensa contra Marcius Melhem

Além de Felipe Castanhari, Marcius Melhem ajuizou ações contra Danillo Gentilli e Rafinha Bastos

A juíza Ana Luiza Madeiro Cruz Eserian, do Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou que o influenciador digital Felipe Castanhari apague uma mensagem publicada no Twitter em 5 de dezembro de 2020 contra o humorista e ex-diretor da Globo Marcius Melhem, sob pena de uma multa no valor de R$ 10 mil.

“Desse modo, não se pode admitir que alguém, a pretexto de estar manifestando o livre pensamento, impute a outro, peremptoriamente, a prática de crime pelo qual, conforme consta nos autos, não foi sequer indiciado, ao menos até o momento”, escreveu a juíza na decisão. Na publicação, que  já não é mais encontrada na conta do influenciador, Felipe chegou a chamar Melhem de assediador e criminoso.

1/8
Marcius Melhem e Felipe Castanhari
Marcius Melhem e Dani Calabresa
Marcius Melhem era diretor de humor na Globo
Ele perdeu ação contra a revista Piauí
Como Danilo Gentilli
Foi na publicação que as acusações começaram a pipocar
Marcius Melhem trabalhou na Globo por 17 anos
Marcius Melhem saiu da Globo após denúncias de assédio sexual

Na sexta-feira (15/1), Marcius Melhem ajuizou uma série de ações contra influenciadores que o detrataram nas redes sociais. Além de Castanhari, estão sendo processados Danilo Gentili, Rafinha Bastos e Marcos Veras. Se condenados, cada um deles será obrigado a fazer uma retratação pública e indenizar Melhem em R$ 50 mil reais, valores que o humorista pretende doar para alguma instituição.

O mérito da ação contra Castanhari ainda não foi avaliado e portanto ele ainda pode ser condenado a desembolsar a quantia e fazer a retratação.