Tudo o que rola no universo dos famosos e da televisão, sob o olhar atento de Leo Dias e equipe.

Após ser chamada de gorda, Rafa Kalimann diz: “Hoje me olho com amor”

A influencer classificou como ultrapassado que ainda hoje as mulheres sejam cobradas por um determinado tipo de corpo

atualizado 09/04/2021 13:57

rafa kalimannReprodução/Instagram

Rafa Kalimann exibe em seu Instagram um corpo de dar inveja. Mesmo assim, a influencer ainda sofre com pressão estética por parte dos seguidores. Foi o que aconteceu nesta quinta-feira (8/4), quando ela recebeu a mensagem “Você está gorda. Não vai emagrecer?” através da caixinha de perguntas e respondeu simplesmente “Não”.

A coluna procurou Rafa, que falou sobre a importância da autoestima e de seu desejo para que cada pessoa se aceite como é. “Cada vez mais, é preciso abordar e falar o quanto isso é desrespeitoso, machuca e é prejudicial para o psicológico das mulheres que recebem esse tipo de cobrança de um estereótipo padrão”, comentou ela.

0

A influencer classificou como ultrapassado que ainda hoje as mulheres sejam cobradas por um determinado tipo de corpo: “Vou usar a palavra cafona. Quem sabe assim, as pessoas que exigem esse estereótipo o tempo todo nas redes sociais caiam em si, já que querem tanto se encaixar nesse padrão social.”

“Nosso corpo tem que ser do jeito que a gente quer, que nos faz feliz. Se está dentro das expectativas das pessoas ou não, ninguém tem que exigir nada”, desabafou Rafa. “Mas fico feliz de poder usar a ferramenta que tenho para mostrar que recebo esse tipo de crítica e não me importo mais. Mas já me olhei de uma forma negativa com críticas no passado”, completou.

Para Rafa, a autoestima é o melhor para a aceitação. “Hoje, me olho com amor, com carinho e esse é o sentimento que desejo a todas as mulheres. Que elas consigam se encontrar e se amar da forma única que cada uma é. Essa singularidade faz com que fiquemos cada vez mais lindas.”

“O padrão foi estabelecido por alguém que a gente nem sabe quem é, não há necessidade de segui-lo. Pelo contrário, é desnecessário. Que a gente seja feliz com o corpo que tem, seja não tendo curvas ou com muitas curvas. O importante é que a gente se ame, se valorize e encontre nosso lugar de amor-próprio e autoestima”, finalizou Rafa.

Últimas notícias