Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Secretário de Saúde diz que o DF estará preparado para receber e estocar vacinas

Declaração ocorre após o Metrópoles revelar documento com alerta sobre falta de estrutura para refrigeração e armazenamento dos imunizantes

atualizado 09/12/2020 18:02

JP Rodrigues/ Especial para o Metrópoles

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirmou nesta quarta-feira (9/12) que o Distrito Federal estará preparado para receber e armazenar as doses de vacina contra a Covid-19. Em vídeo gravado e distribuído para a imprensa, o titular da pasta tranquilizou a população quanto à capacidade de estocagem nos imunizantes.

“Todas as salas de vacinação têm câmaras de conservação. E todas elas são reguladas e fiscalizadas pela Vigilância Sanitária para que tenham condições de armazenar e imunizar nossa população”, afirmou.

Okumoto também adiantou que o DF já tem em estoque dois milhões de seringas e agulhas, além de ter iniciado o processo para a compra de mais 4,8 milhões de insumos.

As declarações ocorrem após a coluna Janela Indiscreta, do Metrópoles, ter revelado um documento em que a própria Secretaria de Saúde alertava sobre a falta de estrutura para armazenar os produtos no caso da autorização para imunizar a população brasiliense. No texto, os servidores indicam que o Núcleo de Rede de Frio, responsável pelo estoque seguro dos imunobiológicos, já está com a capacidade “comprometida”.

Após a repercussão do caso, a Secretaria de Saúde afirmou que, ao longo dessa semana, a área técnica da Vigilância Epidemiológica tem participado das reuniões com a equipe do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde para alinhamento de todas as demandas necessárias para que a vacinação ocorra dentro dos protocolos de segurança necessários.

Veja o vídeo:

Logística

A pasta também registrou que prepara em seu plano toda a parte logística para a imunização, como o traslado e armazenamento dos imunobiológicos, bem como sua distribuição e manutenção nas caixas térmicas para os pontos de vacinação.

“A partir dessas discussões com o Ministério da Saúde estamos estruturando toda a nossa campanha para a vacinação contra a Covid-19. O Distrito Federal está altamente preparado para esta campanha, não faltarão insumos e todo o público-alvo definido terá acesso à vacina”, reforçou o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero.

De acordo com o planejamento informado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no primeiro semestre de 2021 o país receberá 100 milhões de doses da vacina de forma escalonada. Uma das principais características das vacinas contra a Covid-19 é a forma de armazenamento com temperaturas específicas.

Por isso, o subsecretário explicou que “nossos imunobiológicos hoje ficam armazenados na Rede Central de Frio para atender de forma adequada a todas as vacinas do calendário para o Distrito Federal. Diante das tratativas com o Ministério da Saúde, estamos também trabalhando com todos os cenários possíveis, tanto para uma necessidade de adequação do espaço, de aquisições que se façam necessárias para melhor acomodação dos insumos e todo e qualquer outro item que for pertinente para atender aos protocolos da vacina”, explicou.

Últimas notícias