Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Relatório aponta rachaduras na Biblioteca Nacional: “Risco muito grande”

Problemas no prédio foram encontrados durante ronda noturna feita por brigadistas. Secretaria de Cultura descarta danos estruturais

atualizado 23/11/2020 9:31

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Integrante do Complexo Cultural da República – uma das mais recentes obras de Oscar Niemeyer e Lucio Costa erguidas em Brasília –, a Biblioteca Nacional Leonel Brizola está tomada por rachaduras. A falta de manutenção preventiva foi percebida na quinta-feira (19/11) por brigadistas do local, que acionaram servidores a fim de alertar sobre o problema (veja fotos abaixo).

As fissuras na construção do prédio tombado estão por todos os lados, em especial nas paredes situadas na casa de máquinas dos elevadores e na cobertura do cartão postal, tanto na área externa quanto na interna. Uma vistoria foi realizada com o intuito de avaliar os possíveis danos para a edificação. Em média, 102 mil pessoas visitam o espaço por ano.

Inaugurado em 2008, portanto há 12 anos, o ponto turístico integra o Complexo Cultural da República ao lado Museu Nacional e da praça de integração dos dois prédios. Atualmente, o espaço é administrado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal e considerado “o maior centro literário e de estudos do Distrito Federal”.

Obtido com exclusividade pelo Metrópoles, o relatório da visita técnica indica “situação de risco muito grande”.

Veja fotos:

0

Rondas

De acordo com a gerente administrativa da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB), Lílian Araújo de Carvalho Lobato, ela ficou sabendo das rachaduras no prédio após ronda realizada pela equipe da brigada na semana passada. “Às 19h10 do dia 19/11, chegou ao conhecimento desta gerente administrativa a situação encontrada na casa de máquinas dos elevadores e na cobertura da BNB”, assinalou. A gestora do espaço disponibilizou fotos externas e internas do local.

A coluna Janela Indiscreta questionou a Secretaria de Cultura e Economia Criativa a respeito da situação da Biblioteca Nacional. Por nota, a assessoria de imprensa do órgão pontuou que a Diretoria de Manutenção e Preservação dos Espaços Culturais já foi comunicada sobre as rachaduras. “Nosso arquiteto informou que o problema não é estrutural”, assinalou.

De acordo com a pasta, na próxima segunda-feira (23/11), uma equipe da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) marcou visita no local para nova avaliação e providências.

Últimas notícias