Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Profissionais de saúde poderão fazer agendamento para vacinação na 2ª

De acordo com o secretário de Saúde, 5 mil doses serão destinadas para as categorias recém-incluídas no plano de vacinação contra a Covid-19

atualizado 08/04/2021 15:59

Vacinação no DFGustavo Moreno/Especial Metrópoles

Com a nova remessa de vacinas contra a Covid-19 que chegou nesta quinta-feira (8/4) ao Distrito Federal, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirmou que o agendamento de vacinação dos profissionais de saúde será retomado na próxima segunda-feira (12/9). Será a terceira etapa de imunização para essas categorias.

De acordo com o titular da pasta que coordena o plano de vacinação, serão disponibilizadas mais 5.008 doses para a primeira dose, que serão aplicadas a partir de terça (13).

O agendamento será feito por meio do site vacina.saude.df.gov.br.

Poderão agendar os profissionais de saúde com registro nos seguintes conselhos e entidades representativas: biologia, nutrição, educação física, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, técnico de radiologia, enfermagem, medicina, odontologia, biomedicina, veterinária, serviço social, farmácia e agentes funerários.

Pessoas com mais de 66 anos

Okumoto também disse que a nova quantidade de vacinas recebidas conseguirá garantir a vacinação total dos cerca de 18 mil pessoas com a faixa etária de 66 anos. Para esse público, a vacinação da primeira dose começa nesta sexta (9), nos 50 postos e em sete drive thrus, e continuará no sábado (10) apenas em três drive thrus.

O secretário reforçou que todas os imunizantes que chegaram para a segunda dose ficarão garantidos para quem já recebeu a primeira aplicação.

“Essas vacinas já chegam de forma carimbada e isso evita que, no futuro, haja problema com a segunda dose, por exemplo”, disse.

A nova remessa enviada ao DF inclui 40,5 mil unidades da vacina AstraZeneca e 27,4 mil da Coronavac, segundo a Secretaria de Saúde. Os itens serão divididos em 21.311 para a primeira dose e 43.395 para segunda. O restante (5%) faze parte da reserva técnica para suprir eventuais perdas.

Últimas notícias