Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Por apoio a Arthur Lira, deputados do DF pedem que proporcionalidade seja respeitada

Pauta de reivindicações foi entregue ao congressista durante um almoço nesta terça. Lira concorre à Presidência da Câmara dos Deputados

atualizado 26/01/2021 16:52

Almoço de deputados do DF com Arthur LiraMaterial Cedido ao Metrópoles

Seis dos oito deputados que integram a bancada do Distrito Federal no Congresso Nacional se reuniram, nesta terça-feira (26/1), com o candidato à Presidência da Câmara Federal, Arthur Lira (PP-AL). Durante o encontro, os congressistas apresentaram a pauta de reivindicações.

Foram entregues as pautas individuais de cada parlamentar, mas a maioria dos deputados da bancada do DF pediu que a proporcionalidade partidária fosse respeitada na Casa Legislativa. Isso significa espaço em comissões, presidências e relatorias dentro da Câmara.

Segundo os congressistas, muitas vezes esses cargos são ocupados por indicações políticas e, respeitando a proporcionalidade, os representantes do DF no Congresso conseguiriam atuar de forma efetiva.

0

“Esta será uma eleição dos deputados e não das lideranças. O líder que acredita em direcionar o voto do deputado vai perceber que este ano será diferente. Acolhi as reivindicações da bancada do DF, como manutenção nos investimentos em segurança, saúde e educação, mas vamos priorizar também as pautas individuais de cada parlamentar”, disse.

Um dos pontos discutidos durante o almoço diz respeito às garantias de manutenção do Fundo Constitucional (FCDF) e melhorias nas carreiras de segurança pública local.

O encontro ocorreu no apartamento da deputada Margareth Coelho ((PP-PI), na Asa Norte. Estiveram presentes os deputados Celina Leão (PP-DF), Flávia Arruda (PL-DF), Júlio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF), Luis Miranda (DEM-DF), Bia Kicis (PSL-DF), Paula Belmonte (Cidadania-DF).

Para Flávia, que coordena a bancada distrital, “o importante é, a partir do dia 2 de fevereiro, todos estarem juntos e de cabeça nos problemas do país que são urgentes, como vacina, distribuição de renda e geração de empregos”, frisou. A parlamentar é cotada a assumir a presidência da Comissão Mista de Orçamento (CM), caso a proporcionalidade seja reconhecida.

“Uma das nossas principais pautas é a garantia da manutenção dos recursos conquistados pelo DF, porque sem eles, todas essas áreas correm sério risco no DF”, disse a deputada Celina Leão (PP).

O discurso de Celina foi endossado por Miranda e Flávia Arruda, que também pontuaram a necessidade de uma atenção especial para a bancada distrital, já que Brasília abriga os Três Poderes.

“Temos que lembrar que o compromisso assumido por Lira é também de pautar as reivindicações das forças de segurança. Conseguimos aprovar a MP no ano passado do reajuste, mas agora já outros pontos que foram deixados de lado na primeira votação”, disse Miranda, que é tido como o nome do grupo para a relatoria da Reforma Tributária.

Embora integre o Cidadania, partido que sinalizou apoio a Baleia Rossi (MDB-SP), a deputada Paula Belmonte acrescentou que a legenda não influencia nas decisões tomadas pelos deputados. “Vou votar pelo que for melhor para o Brasil e o impeachment não é uma possibilidade. Nosso partido nos dá a garantia de nos posicionarmos e termos liberdade”, disse, sem cravar o voto no candidato alagoano.

Durante o almoço, a congressista apresentou uma carta com pautas em defesa das crianças e da primeira infância. A deputada integra comissão no Congresso com esta finalidade.

Da bancada local, apenas Erika Kokay (PT) e o professor Israel Batista (PV) declararam apoio ao deputado Baleia Rossi (MDB-SP) e, portanto, não estiveram no almoço.

Um encontro entre Lira e o governador Ibaneis Rocha (MDB) estava previsto para acontecer logo após o almoço, mas integrantes da bancada anunciaram o cancelamento da agenda. Embora seja próximo de Arthur Lira, o titular do Palácio do Buriti é do partido de Baleia Rossi.

Últimas notícias