Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Óbitos de jovens entre 20 e 29 anos saltam de 0,3% para 2,98% no DF

Secretário da Casa Civil disse que mortes por Covid-19 de pessoas idosos com 80 anos ou mais despencou de 32,3% para 9,6% de janeiro para cá

atualizado 13/05/2021 16:20

Hospital Ronaldo Gazolla, referência no tratamento de Covid no Rio de janeiro pacientes utiAline Massuca/Metrópoles

O secretário chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, afirmou nesta quinta-feira (13/5) que as mortes por Covid-19 entre jovens com 20 a 29 anos saltou de 0,3% para 2,98% de janeiro até agora. A informação foi divulgada durante coletiva no Palácio do Buriti.

Ainda segundo o principal nome do primeiro escalão do GDF, os óbitos de idosos com 80 anos ou mais caiu de 32,3% para 9,6% no mesmo período. A faixa etária já foi imunizada pela Secretaria de Saúde.

Os dados reforçam a tendência que se repete em todo o país sobre o “rejuvenescimento” da faixa etária mais atingida em quadros considerados mais graves pela nova cepa do vírus, a variante de Manaus (P1).

“Esse público jovem é o que mais está nas ruas e que tem mais dificuldade de entender sobre o momento em que estamos passando. Trouxe esses dados apenas para entender que a nova variante mudou o perfil dos pacientes”, disse.

De acordo com Gustavo Rocha, atualmente há mais de 7 mil casos ativos de Covid-19 no Distrito Federal. No momento mais agudo da doença, esse número chegou a 16 mil.

Últimas notícias