Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Novo decreto do GDF garantirá normalidade ao comércio, diz Sindhobar

Presidente da entidade, Jael Antônio comemorou flexibilização de regras criadas durante a pandemia. "Foi um pedido nosso", disse

atualizado 27/10/2021 14:08

movimento no bar libanus da asa sul do DF nesta sexta-feiraIgo Estrela/Metrópoles

A decisão do governador Ibaneis Rocha (MDB) de flexibilizar, a partir desta terça-feira (26/10), o horário de funcionamento do comércio, incluindo bares e restaurantes, de acordo com o autorizado pelo alvará, foi bem recebido por representantes do setor.

Presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar-DF), Jael Antônio da Silva afirmou que o recuo das regras criadas no pior momento da atual crise sanitária foi uma reivindicação das entidades representativas do setor, o que inclui a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-DF).

“A gente entende que, na medida que as pessoas estão sendo vacinadas, a situação tende a voltar ao mais próximo do que era o considerado normal. Na quinta, eu mesmo passei uma mensagem para o governador e ele havia me garantido que se houvesse uma queda considerável nas transmissões e nos índices de mortes, ele flexibilizaria. E foi o que ocorreu”, disse.

Jael Antônio também afirmou que a redução para 1 metro no distanciamento entre mesas de bares e restaurantes vai retomar praticamente retomar a capacidade normal dos estabelecimentos.

“Vai melhorar também para voltar a uma ocupação quase normal. Pelo decreto, as pessoas continuam sem poder ficar de pé nos ambientes, mas isso é importante para evitar aglomeração. Ficamos muito satisfeitos com essa nova determinação”, reforçou.

No decreto, ainda há a flexibilização do uso de máscaras, que agora só são necessárias para estabelecimentos fechados. Portanto, em áreas abertas, não será mais necessário o uso da proteção.

“Mesmo assim, temos que tomar muito cuidado e continuar com as medidas de proteção, como o uso de álcool em gel”, destacou Beto Pacheco, presidente da Abrasel-DF.
Decreto flexibiliza máscaras a partir de novembro

Nesta terça-feira, o governador Ibaneis Rocha decidiu flexibilizar os horários de comércios em funcionamento na capital do país. A decisão está publicada em edição extra do Diário Oficial (DODF).

De acordo com a nova regra, o estabelecimento comercial poderá funcionar de acordo com a autorização prévia que consta no alvará de funcionamento. O texto beneficia restaurantes, bares, academias e shoppings da capital federal, por exemplo.

O mesmo texto também reduziu a necessidade de distanciamento das mesas em restaurantes, bares e centros gastronômicos. A atualização permite um espaçamento de um metro (até então, eram 2 metros).

No mesmo decreto, o titular do Palácio do Buriti também decidiu suspender, a partir de 3 de novembro, o uso de máscaras em espaços abertos. A obrigatoriedade do porte do equipamento de proteção, no entanto, ainda será cobrada em locais fechados e corporativos.

Mais lidas
Últimas notícias