Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

MPDFT cobra Saúde sobre plano local de vacinação contra a Covid-19

Pasta também terá que informar como está aquisição de seringas, agulhas e outros insumos necessários para a imunização no Distrito Federal

atualizado 17/12/2020 7:56

Sede do TJDFTRafaela Felicciano/Metrópoles

O Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT) encaminhou uma requisição para a Secretaria de Saúde, por meio da qual solicita esclarecimentos sobre a elaboração do plano local de imunização para a Covid-19.

A Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (Prosus) quer saber se o Governo do Distrito Federal (GDF) editou documento com ações e estratégias que contemplem as fases de pré-campanha (aquisição e armazenamento de vacinas), campanha (aplicação e grupos prioritários) e pós-campanha (assistência à saúde).

De acordo com o documento, a pasta também terá que fornecer dados ao MPDFT sobre as ações promovidas para garantir a aquisição de seringas, agulhas e outros insumos necessários à imunização no Distrito Federal.

“Por meio dos ofícios expedidos, a Prosus requisitou oficialmente as informações e seguirá acompanhando e auxiliando, no que for preciso, para o êxito e o cumprimento dos princípios da legalidade na condução de processo, antes, durante e depois da vacinação”, registram os promotores da Prosus.

Campanha nacional

O MPDFT também se reuniu, por duas vezes, com representantes do Ministério da Saúde, para tratar sobre o plano e a estratégia de imunização da população no DF.

No último encontro, realizado virtualmente no dia 4 de dezembro, a coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, Adriana Lucena, detalhou o Plano de Operacionalização da Vacinação e apresentou as definições preliminares para o início da imunização no país. Não foi apresentada, no entanto, nenhuma indicação sobre a compra da vacina e a data para início da campanha.

Últimas notícias