Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Ibaneis vai ao Equador para jogo do Flamengo na Libertadores

Governador do Distrito Federal está em Guayaquil para acompanhar a equipe carioca, que disputa as oitavas de final da competição

atualizado 24/07/2019 12:45

Ana Luiza Vinhote/Especial para o Metrópoles

Em seu avião particular, o governador Ibaneis Rocha (MDB) viajou, nessa terça-feira (23/07/2019), até o Equador para acompanhar o jogo entre Emelec e Flamengo. A partida, válida pelas oitavas de final da Libertadores, será realizada nesta quarta (24/07/2019), na cidade de Guayaquil.

Segundo o Flamengo, o governador do DF é chefe da delegação do time, cargo simbólico dado a personalidades que acompanham a equipe nos jogos.

Torcedor fanático do rubro-negro, o emedebista arriscou um palpite para o jogo. “Flamengo 2 x 0”, disse o governador à coluna.

O retorno de Ibaneis está previsto para a manhã desta quinta-feira (25/07/2019). Até lá, quem responde pelo Palácio do Buriti é o vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto (Avante).

As viagens de Ibaneis têm despertado reações nas redes sociais. No início do mês, o chefe do Executivo local se licenciou do cargo e ficou 10 dias na Europa com os filhos.

De acordo com o artigo 96 da Lei Orgânica do DF, o governador e o vice-governador não poderão se ausentar de Brasília por período superior a 15 dias sem autorização da Câmara Legislativa. A ausência não justificada pode acarretar perda do cargo. Ainda segundo a legislação, os gestores têm o direito de tirar 30 dias de férias “em cada ano do mandato”.

Conforme levantamento feito pela reportagem, entre missões oficiais e viagens pessoais, Ibaneis Rocha deixou o DF pelo menos 15 vezes ao longo de 2019.

Últimas notícias