Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Ibaneis sobre festas clandestinas: “As que forem denunciadas serão fechadas”

Governador se refere aos eventos pagos que mantiveram a programação no fim do ano, mesmo com a proibição local de funcionamento

atualizado 18/12/2020 15:09

Ibaneis Rocha na LideJaqueline Lisboa/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou, nesta sexta-feira (18/12), que mandará lacrar festas comerciais pagas, em especial as de Réveillon, que resultarem em aglomeração e desrespeito às medidas de proteção contra o novo coronavírus.

Em conversa com a coluna Janela Indiscreta, o titular do Palácio do Buriti afirmou que forças de segurança e de fiscalização devem atuar, principalmente, naquelas confraternizações que forem alvo de denúncias pelos órgãos de controle. A medida não inclui festas particulares.

“As festas que forem denunciadas serão fechadas”, ressaltou o chefe do Palácio do Buriti.

Festas estão proibidas de serem realizadas no Distrito Federal após o governador ter editado um decreto que impede a emissão de alvará de funcionamento para esse tipo de comemoração. A exceção é para eventos corporativos e desde que atendam o protocolo de segurança adotado pelo Governo do Distrito Federal (GDF).

Desde que iniciou a pandemia, o Metrópoles vem mostrando várias festas clandestinas realizadas, em grande parte, em endereços isolados, para dificultar o acesso do Poder Público.

Últimas notícias