Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Ibaneis lançará construção do viaduto do Sudoeste na próxima segunda

Assinatura será às 10h e confirma início das obras para desafogar o trânsito dos cerca de 25 mil carros que transitam na região

atualizado 19/06/2021 12:41

Ibaneis assina ordem de serviço da requalificação da Av. Hélio PratesHugo Barreto/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) lançará, na próxima segunda-feira (21/6), o início da construção do viaduto da Estrada Parque Indústrias Gráficas (Epig). A via será feita na saída do Parque da Cidade, próximo ao Complexo da Polícia Civil do DF, e pretende desafogar o trânsito no Sudoeste. A informação foi confirmada ao Metrópoles pela Secretaria de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal.

A obra será realizada pelo consórcio formado pelas empresas Eterc Engenharia e Principal Construções, que apresentou o menor preço: R$ 24.695.106,58. O viaduto terá o nome de Luiz Carlos Botelho, engenheiro pioneiro de Brasília e que morreu em julho de 2018. Ele ocupou o cargo de presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF). No local, passam cerca de 25 mil veículos por dia.

De acordo com o contrato, o consórcio vencedor tem o prazo de um ano para terminar a obra que deve construir trevos na Epig de forma subterrânea. Com a mudança, quem sair do Parque da Cidade em direção ao Sudoeste não terá mais de passar por semáforos e retornos: seguirá direto para a Avenida das Jaqueiras, passando sob a Epig. A obra também permitirá sair do Sudoeste, na altura da avenida, e pegar a Epig no sentido Plano Piloto, diretamente.

No Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) do dia 17 de maio, foi divulgado um termo de cooperação em que são estudadas diretrizes para “realização das obras, desvios e fiscalização conjunta da implantação do viaduto”.

0
Sobrepreço

Em agosto de 2020, o Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) identificou sobrepreço na licitação para a construção de viadutos entre o Sudoeste e o Parque da Cidade, passando pela Epig.

Segundo o corpo técnico da Corte de Contas, os preços aplicados para o serviço de caminhão basculante na obra estavam 24,45% acima dos valores praticados pelo mercado. Esse item representa 48,51% da despesa total da construção. Inicialmente, os viadutos custariam aos cofres públicos R$ 26.043.415,11.

A Secretaria de Obras garantiu que as correções no edital do certame, indicadas pelo TCDF, foram feitas. De acordo com a pasta, todas as determinações dos órgãos de controle com relação aos processos licitatórios em andamento são prontamente atendidas, para garantir total transparência e lisura das licitações.

Últimas notícias