Ibaneis diz que desocupação no CCBB cumpriu “legislação vigente”

Pelo Twitter, titular do Palácio do Buriti afirmou ainda que vai manter uma vigilância permanente para evitar novas ocupações no DF

O governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou, nesta segunda-feira (6/4), que as desocupações nas áreas próximas ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) “foram realizadas cumprindo a legislação vigente”. A declaração foi publicada na conta do emedebista no Twitter (veja abaixo).

“É obrigação do governo cumpri-la e, como governador e como advogado, eu obedeço a lei. A cidade precisa de ordem e manteremos uma vigilância permanente para evitar novas ocupações”, escreveu.

De acordo com o chefe do Executivo, as famílias que ocupavam o local são todas atendidas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e beneficiárias do Bolsa Família.

“Foi oferecido abrigo em uma das casas de passagem que temos no DF. Inclusive, neste final de semana, abrimos 50 vagas na unidade do Guará, que já é a terceira inaugurada neste ano”, continuou.

Ibaneis frisou que a meta do GDF é chegar a 600 vagas de acolhimento ainda neste semestre. “Mas, como o nome diz, as casas de passagem são para casos emergenciais. A política de moradia do GDF tem atuado para garantir esse direito de forma permanente para famílias em situação de vulnerabilidade”, acrescentou o governador.

O titular do Palácio do Buriti lembrou da agenda da última segunda-feira (4/4), com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Ontem mesmo, em São Sebastião, entregamos as chaves de apartamentos das etapas 4 e 5 do Parque dos Ipês. São mais de 500 famílias beneficiadas no local. Nos últimos dois meses, também entregamos casas em Samambaia, Recanto das Emas, entre outros”, concluiu.

Veja a publicação: