Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

GDF aguarda 250 mil doses para programar a antecipação da D2 da Pfizer

Declaração ocorreu após o Ministério da Saúde anunciar que deve antecipar a segunda dose do imunizante para 21 dias após a primeira

atualizado 26/07/2021 17:49

Vacina Pfizer coronavírusJaap Arriens/NurPhoto via Getty Images

O secretário chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, afirmou, nesta segunda-feira (26/7), que o Governo do Distrito Federal (GDF) ainda aguarda do Ministério da Saúde a remessa exclusiva de 250 mil unidades para aplicação de segundas doses da vacina da Pfizer. A declaração ocorreu após a pasta federal anunciar que deve antecipar a segunda dose do imunizante para 21 dias após a D1.

Durante coletiva de imprensa, realizada no Palácio do Buriti, o titular da pasta lembrou que, até então, apenas os lotes da AstraZeneca e Coronavac vinham com carimbo da União para as duas etapas da imunização.

“Esperamos que nesta semana uma parte dessas doses direcionadas para a segunda aplicação cheguem no Distrito Federal para finalizarmos a imunização das pessoas que receberam a primeira dose da Pfizer”, disse ele sem indicar a data e a quantidade.

Também presente da coletiva, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, afirmou que o Ministério da Saúde chegou a questionar a capacidade da Rede de Frio do Distrito Federal para armazenar a vacina, que exige temperaturas bem mais baixas que as demais.

“O secretário executivo [do Ministério da Saúde] me perguntou qual que era a capacidade do DF de armazenar essas vacinas, e nós temos uma boa capacidade de armazenamento. Estaremos muito felizes se a gente poder receber esse quantitativo das duzentos e cinquenta mil doses nos próximos dias”, disse.

 

 

Últimas notícias