Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Em guerra digital, bolsonaristas abatem opositores e lideram influência nas redes

Ranking que acompanha desempenho de políticos indica cinco deputados alinhados com o presidente da República no topo da lista

atualizado 22/09/2021 22:27

Igo Estrela/Metrópoles

Pelo menos cinco aliados mais ferrenhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lideram a lista dos 20 deputados federais mais influentes nas redes sociais. O período analisado foi de 14 a 20 de setembro deste ano.

O ranking feito pela FSB e divulgado nesta quarta-feira (22/9) indica que Bia Kicis (PSL-DF)  subiu uma posição em relação à semana anterior e passou a ocupar o 1º lugar.

Na sequência, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) está na vice-liderança e permanece na frente de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Após o filho do presidente da República, aparecem os federais Filipe Barros (PSL-PR) e Carlos Jordy (PSL-RJ), respectivamente.

A primeira opositora a aparecer na lista é Gleisi Hoffmann (PT-PR), que figura na sexta posição geral. Recém-filiado ao PSB, o deputado Marcelo Freixo (RJ) ocupa a 7ª posição.

Paulo Pimenta (PT-RS) e Kim Kataguiri (DEM-SP) ocupam a 8ª e 9ª posição, respectivamente. O pastor Marco Feliciano (Republicanos-SP) é o décimo colocado.

Veja a lista completa:

 

Método

De acordo com a FSB, o índice é calculado levando-se em consideração o número de seguidores, o alcance, os posts, a eficiência, as interações e o engajamento registrados no Facebook, no Instagram e no Twitter durante o período de análise.

A fórmula utilizada no cálculo da nota do parlamentar atribui pesos diferentes a cada critério e a cada rede social.

 

Últimas notícias