Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Carrefour abrirá vagas para contratação de refugiados em todo Brasil

Não há número de vagas definidas, mas ação vale para todos as unidades da Federação onde há unidades da rede de acordo com disponibilidade

atualizado 04/08/2021 21:34

Hugo Barreto/Metrópoles

O Grupo Carrefour realizará, no dia 06 de agosto, uma ação voltada exclusivamente para a contratação de pessoas em situação de refúgio no Brasil. Não há um número de vagas definidas, mas a ação vale para todos as unidades da Federação onde há unidades da rede. A ideia é preencher o máximo de vagas possíveis de acordo com a disponibilidade de candidaturas e a compatibilidades com as funções.

Atualmente, o conglomerado empresarial conta com cerca de 340 colaboradores de mais de 20 nacionalidades diferentes e, desses, estima-se que mais de 200 estejam a situação de refúgio.

Para se candidatar, um dos pré-requisitos é que o profissional em situação de refúgio se identifique com o propósito do Carrefour de contribuir para um mundo melhor, aplicando este comportamento durante todas as suas relações.

As vagas são para todo o Brasil e possuem cargas horárias distintas de acordo com a oportunidade. Há vagas para recepcionista de caixa, repositores, agente de fiscalização, auxiliar de perecíveis, açougueiro, padeiro, peixeiro, entre outros.

Todas as etapas do processo seletivo acontecem de forma online, com exceção da entrevista com o gestor que é realizada presencialmente para que o candidato possa visitar a unidade e visualizar a função que será desempenhada. As inscrições acontecem no dia 06 de agosto por este link.

Outras ações

Além do chamado Dia D, a companhia patrocina o projeto Empoderando Refugiadas, iniciativa desenvolvida pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Rede Brasil do Pacto Global e ONU Mulheres, para promover o acesso feminino em situação de refúgio ao mercado de trabalho brasileiro desde 2015.

As iniciativas buscam também  a inclusão profissional de pessoas de grupos minorizados e, consequentemente, reforçar a valorização e o aumento da diversidade e inclusão interna.

Em abril, a companhia anunciou também o Programa Inclusão, Diversidade e Equidade (IDE) voltado para o desenvolvimento e aceleração de carreira de colaboradores de grupos de minorias (pessoas negras, pessoas com deficiência, pessoas trans e refugiados). Durante o programa, os colaboradores selecionados passam por uma trilha de conhecimento e capacitação técnica.

 

Mais lidas
Últimas notícias