Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Buriti encaminha para CLDF projeto que extingue Agefis e cria DF Legal

Medida era promessa de campanha do então candidato Ibaneis Rocha e visa "aproximar população dos serviços" prestados pelo órgão

atualizado 23/01/2019 14:53

Igo Estrela/Metrópoles

No fim da tarde de terça-feira (22/1), o governador Ibaneis Rocha (MDB) encaminhou para a Câmara Legislativa (CLDF) o projeto que extingue a Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) e cria a Secretaria de Proteção da Ordem Urbanística do DF, a qual será conhecida como DF Legal. A medida é uma das promessas do então candidato emedebista quando disputava o Palácio do Buriti. A pasta permanecerá sob o comando de Georgeano Trigueiro, auditor de carreira.

Além do nome, a nova estrutura sofrerá alterações internas. Foram extintos, por exemplo, os conhecidos tribunais de julgamentos de processos administrativos para dar vez à Junta de Análise de Recursos (JAR), composta por servidores do quadro e por representantes da sociedade civil, com mandato de três anos. Além disso, toda a estrutura técnica, incluindo secretário, secretário adjunto e subsecretários, será ocupada apenas por concursados do próprio órgão.

Veja o projeto:

Projeto extingue Agefis e cria DF-Legal by Metropoles on Scribd

Descentralização
Na exposição de motivos apresentada pelo governo, a intenção é de “aproximar a comunidade dos serviços prestados e facilitar o acesso através da descentralização dos serviços com postos de atendimento avançados em todas as regiões administrativas do DF”.

Pela proposta, o GDF pretende aplicar as mudanças previstas no texto em até 30 dias após a possível aprovação e a sanção do governador Ibaneis Rocha. Para a análise dos distritais, o emedebista solicitou que a proposta seja analisada em caráter de urgência.

Mais lidas
Últimas notícias