Por Ilca Maria Estevão, Rebeca Ligabue, Hebert Madeira e Sabrina Pessoa

Plágio? Ex-diretor criativo da Vetements cria peça repetida na Balenciaga

Demna Gvasalia abandonou a marca francesa no ano passado, mas ainda gera polêmica na label espanhola

atualizado 12/09/2020 16:41

Estilista Demma GvasaliaJamie McCarthy/WireImage via Getty Images

O dito de Lavoisier de que “nada se cria, tudo se transforma” ainda ecoa pelos ouvidos antenados da moda. Alguns estilistas utilizam referências parecidas durante o processo criativo, e, logo, as criações podem ter algumas semelhanças. Além disso, os designers podem migrar de uma grife para outra. No entanto, a Vetements aparenta não ter gostado muito do último lançamento da Balenciaga. Em postagem recente na conta oficial do Instagram, a grife francesa publicou uma “acusação de plágio”, um tanto sarcástica. Na foto, uma t-shirt lançada em 2019 pela marca está ao lado de uma blusa de mangas longas comercializada atualmente pela maison fundada por Cristóbal Balenciaga.

Vem comigo!

Giphy/Balenciaga/Reprodução

A montagem com as duas peças foi compartilhada na conta da Vetements com a legenda “WTF” (abreviatura de “what the fuck?”, que pode ser traduzido como “que m*rda é essa?”). Ironicamente, Demna Gvasalia foi responsável pela direção criativa de ambos os lados. Há apenas um ano, o estilista deixou a Vetements para se concentrar com exclusividade na Balenciaga, onde ocupa o cargo como estilista desde 2015.

As duas peças que aparecem na comparação são pretas e exibem uma estampa localizada com um sticker de identificação azul. Em ambos os adesivos, há a frase “My name is” (Meu nome é). Na t-shirt lançada pela Vetements em 2019, a palavra “capitalismo” é centralizada. Já a blusa da Balenciaga aparece com a grafia “Demma” no print.

Enquanto a publicação foca nas duas grifes, vale lembrar que uma blusa preta com estética semelhante foi criada anteriormente. A etiqueta azul com os dizeres “Hello my name is Satan” (Olá, meu nome é Satanás) saiu pela Fuct, em 1994. A marca é criação do artista e designer norte-americano Erik Brunetti e do skatista Natas Kaupas, em 1990.

 

Ver essa foto no Instagram

 

WTF

Uma publicação compartilhada por VETEMENTS (@vetements_official) em

Vetements

A criação da Vetements faz parte da coleção de outono/inverno 2020, apresentada em um restaurante da rede de fast food McDonald’s, em 2019. A passarela inusitada teve como palco a Champs-Élysées, uma das principais avenidas de Paris. Por lá, outras criações também cruzaram o térreo da maior franquia da rede na capital parisiense.

As modelos saíram de um caminhão estacionado na porta do McDonald’s trajando peças da coleção, que literalmente satirizou o sistema econômico. Além da t-shirt preta com o adesivo “Meu nome é capitalismo”, logotipos de marcas como Heineken, Internet Explorer e Vodafone pontuaram as peças.

Em outra produção, uma camiseta recebeu a estampa com notas de dólar. A peça-chave do look conceitual também apresentava a escrita: “Eu sou um pedaço de papel que controla toda a sua vida”. Na ordem do desfile, foi uma das últimas peças que cruzaram a passarela, mas não deixou de chamar atenção.

Desfile Vetements
Etiqueta “Hello my name is” (Olá, meu nome é) foi utilizada na coleção da Vetements em 2019, com o complemento de “capitalism” (capitalismo)

 

Desfile Vetements
O outono/inverno 2020 foi desfilado em Paris

 

Desfile Vetements
As passarela foi armada em franquia do Mc Donald’s

 

Desfile Vetements
A coleção critica o capitalismo
Balenciaga

Até o momento, a Balenciaga ainda não se pronunciou sobre a foto comparativa dos dois modelos que está circulando na internet. Contudo, na tarde da última quinta-feira (10/9), a label utilizou suas redes sociais para compartilhar o lançamento de uma playlist com 13 horas de reprodução, intitulada como “My name is Demma” (Meu nome é Demma), como referência ao estilista.

Para dar forma ao projeto musical, a grife contou com a ajuda da Apple Music, que hospedou o novo canal do diretor criativo Demma na plataforma de música. O próprio designer assinou a curadoria da playlist. “Este primeiro lançamento será seguido por listas de reprodução de alguns dos meus artistas musicais, bandas e personalidades favoritos e representará seus gostos e influências pessoais”, disse à Vogue.

Balenciaga/Divulgação
Blusa de manga comprida com o nome Demma estampado

 

Balenciaga/Divulgação
Moletom vermelho com a etiqueta em print

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Balenciaga (@balenciaga) em

 

Cada playlist será divulgada aproximadamente a cada dois meses. Gvasalia também lançará drops de produtos em edição limitada inspirados nas mercadorias encontradas em um show de música, disponíveis exclusivamente no site da Balenciaga e em lojas selecionadas.

Colaborou Sabrina Pessoa

Últimas notícias