“Por mim, termino a CPI na próxima semana”, diz Omar Aziz

Com esse desejo, Omar Aziz admite que a comissão pode não ter tempo para ouvir de novo Élcio Franco, ex-número 2 da Saúde na gestão Pauzello

O presidente da CPI da Covid-19, senador Omar Aziz (PSD-AM), quer encerrar os trabalhos da comissão na próxima semana, com a apresentação do relatório final pelo relator, Renan Calheiros (MDB-AL).

“Por mim, termino na semana que vem. Não tem mais o que ver”, disse Aziz à coluna, prevendo que, com o provável pedido de vista da base governista, a votação do parecer em si ficaria para a semana seguinte.

O sentimento é compartilhado por outros senadores da CPI ouvidos pela coluna sob reserva. A avaliação é a de que a comissão já chegou à “exaustão”, apesar dos últimos depoimentos terem dado algum “fôlego”.

Depoimento Élcio Franco

Com o desejo de encerrar logo os depoimentos, o presidente da CPI admite que a comissão não deve ter tempo de ouvir novamente o ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Élcio Franco.

Até três semanas atrás, a segunda oitiva do coronel era considerada essencial pelo grupo majoritário da CPI, o chamado G7, para concluir os trabalhos. Franco atua hoje como assessor especial no Palácio do Planalto.

Apesar do desejo de Aziz, interlocutores de Renan dizem que o emedebista ainda não bateu martelo sobre quando apresentará o relatório. O prazo oficial para concluir os trabalhos da comissão só acaba, em tese, em novembro de 2021.