De olho em 2022, Ciro Nogueira pede para aliado deixar governo Doria

Pedido foi feito em reunião virtual do ministro da Casa Civil com dirigentes estaduais e parlamentares do Progressistas na semana passada

O ministro da Casa Civil e presidente licenciado do Progressistas, Ciro Nogueira, pediu ao ex-deputado Alexandre Baldy (PP-GO) que deixe o cargo de secretário de Transportes Metropolitanos do governo João Doria (PSDB).

O pedido foi feito na reunião virtual promovida por Ciro com lideranças do Progressistas na sexta-feira (24/9), para discutir a possível filiação do presidente Jair Bolsonaro à sigla. O encontro foi revelado mais cedo pela coluna.

Segundo três participantes da reunião ouvidos pela coluna, o ministro pediu que Baldy deixe a gestão Doria para coordenar a estratégia eleitoral do Progressistas nos estados, no pleito de 2022.

Baldy deve atender ao pedido

Aliados dizem que Baldy deve atender à solicitação de Ciro e pedir exoneração do governo Doria até dezembro. O ex-deputado pretendia deixar o posto em abril, porque quer disputar o Senado por Goiás em 2022.

Ex-ministro das Cidades do governo Michel Temer, Baldy assumiu como secretário de Doria desde o início do governo do tucano, em 1º de janeiro de 2019. Ele foi indicado ao cargo pelo próprio Ciro Nogueira.

À coluna, Ciro confirmou o pedido. “Convidei o Baldy para comandar uma comissão que vai analisar as novas filiações”, explicou o ministro. Procurado oficialmente pela coluna, o secretário de Doria não respondeu.