As planilhas detalhadas de André Mendonça

O ministro elaborou pelo menos três tipos de planilhas para contar os votos que precisa no Senado para aprovar sua indicação ao STF

atualizado 24/07/2021 12:10

André MendonçaIgo Estrela/Metrópoles

O ministro André Mendonça recorreu a planilhas para contar os votos que precisará no Senado para aprovar sua indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF).

São pelo menos três tipos diferentes de planilhas: uma de votos por partido, outra de votos por estado e uma terceira de votos por grupos de atuação no Senado.

O mapeamento começou a ser feitas por Mendonça desde maio; portanto, antes mesmo de Bolsonaro oficializar a indicação do ministro para a corte, em 13 de julho.

Durante uma viagem ao Pará em 18 de junho, por exemplo, o presidente questionou Mendonça quantos votos já tinham na planilha à aquela altura.

O mapeamento dos votos foi compartilhado por Mendonça com parlamentares e integrantes do governo que estão ajudando o ministro a buscar apoio dos senadores.

Últimas notícias