Notícias, furos e bastidores de política e economia. Com Gustavo Zucchi

Alckmin relata preocupação com Lula querer revogar reforma trabalhista

Em conversa com Paulinho da Força, Geraldo Alckmin demonstrou preocupação com debate de Lula e do PT para revogar reforma trabalhista

atualizado 10/01/2022 16:37

Lula + AlckminDivulgação/ Ricardo Stuckert

Cotado para ser candidato a vice de Lula nas eleições deste ano, o ex-governador Geraldo Alckmin está preocupado com a ideia defendida pelo ex-presidente e por lideranças do PT de revogar a reforma trabalhista.

A preocupação foi expressada por Alckmin ao presidente do Solidariedade, deputado federal Paulinho da Força (SP), durante café da manhã entre os dois nesta segunda-feira (10/1), na capital paulista.

0

À coluna, Paulinho da Força disse que o principal objetivo do encontro foi formalizar o convite para Alckmin se filiar ao Solidariedade e ser candidato a vice de Lula pela legenda. O ex-governador prometeu pensar.

Reforma trabalhista

Sobre a reforma trabalhista, Paulinho disse que Alckmin concorda com a ideia defendida pelo Solidariedade de que a ele precisa de ajustes pontuais. Mas deixou claro ao deputado ser contra sua revogação por completo.

“Ele (Alckmin) concorda que algumas alterações são necessárias, como permitir que as assembleias de trabalhadores deliberem contribuição sindical. Dá para fazer por MP”, afirmou Paulinho.

Nos últimos dias, o próprio Lula e nomes da cúpula do PT, como a presidente da legenda, deputada Gleisi Hoffmann (PR), defenderam nas redes sociais a completa revogação da reforma.

Em reservado, aliados de Alckmin afirmaram à coluna que o ex-governador tem sido procurado por entidades patronais para saber a posição do ex-governador sobre o assunto.

A reforma não é o único tema que Alckmin discorda do PT. Como revelou a coluna, o ex-tucano também terá uma “saia justa” se for questionado sobre o apoio petista ao regime comunista de Cuba.

Mais lidas
Últimas notícias