Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Vídeo: Deputado que quebrou a placa de Marielle é vaiado e expulso de bairro no Rio de Janeiro

Deputado Rodrigo Amorim foi vaiado e expulso do bairro de Santa Teresa, no Centro do Rio de Janeiro, neste sábado (16/10)

atualizado 16/10/2021 22:43

O deputado bolsonarista Rodrigo Amorim, que quebrou a placa de Marielle Franco durante uma manifestação pró-Bolsonaro em 2018, foi vaiado e expulso do bairro de Santa Teresa, no Centro do Rio de Janeiro, neste sábado (16/10).

Rodrigo Amorim ao lado de Daniel Silveira mostrando placa de Marielle Franco quebrada

O parlamentar do PSL estava acompanhando o governador Cláudio Castro no evento de lançamento do programa Bairro Seguro no local. Outros deputados bolsonaristas também estavam presentes.

Sem aceitar, Amorim tentou afrontar os manifestantes, mas deixou o local acompanhado da polícia e sob vaias e gritos que o chamavam de “miliciano” e “assassino”. No Twitter, o deputado disse que encontrou uma “matilha de maconheiros” e “zumbis”.

O parlamentar alegou também que não foi expulso e, valente como é, disse: “Está pra nascer o homem que vai me expulsar de qualquer lugar nessa cidade. Não tem sujeito homem pra isso”.

Assista no vídeo abaixo ao momento em que o deputado deixa o bairro.

 

(Atualização às 20:30 de 16 de outubro de 2021: A assessoria de imprensa do deputado Rodrigo Amorim entrou em contato com a coluna e informou que o parlamentar discursou no evento do governo do Estado e na hora que estava indo embora para outro compromisso “os manifestantes foram para cima dele”.)

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna