Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Quatro a cada cinco brasileiros conhecem alguém que morreu de Covid

Levantamento da CNI mostra que a perda de amigos foi a mais sentida pela população durante pandemia do novo coronavírus

atualizado 04/08/2021 22:16

movimento de enterros e carros de funerária no cemitério vale da paz, em goiânia, goiásVinícius Schmidt/Metrópoles

Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontou que 78% dos brasileiros conhecem alguém que morreu por causa da Covid-19.

São 3 pontos percentuais a mais do que em abril.

Para a maioria das pessoas, a perda foi de um amigo (55%), seguida por parente que não morava junto (29%), colega de trabalho (16%) e parente que morava junto (2%).

Mais jovens conhecem menos vítimas da doença. São 70% entre 16 a 24 anos, seguidos por 76% de 25 a 40 anos, 82% de 41 a 59 anos e 79% acima de 60 anos.

Entre as pessoas com ensino superior, 82% conhecem uma vítima do novo coronavírus. O percentual cai para 76% entre aqueles com ensino médio e 77% para ensino fundamental.

Foram ouvidas 2 mil pessoas, por telefone, entre 12 e 16 de julho de 2021 na 4ª rodada da pesquisa “Os brasileiros, a pandemia de covid-19 e o consumo”, em parceria com a FSB. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna