Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

PSol sinaliza abertura para compor chapa com o PT no Rio Grande do Sul

Entrada do ex-governador Olívio Dutra como candidato ao Senado abriu canal de diálogo com o PSol, que lançou Pedro Ruas ao governo gaúcho

atualizado 28/07/2022 14:37

PSOLDivulgação/PSOL

O PT recebeu sinalizações de que o PSol está disposto a conversar sobre a composição de uma chapa única no Rio Grande do Sul. Os psolistas lançaram Pedro Ruas como candidato ao governo gaúcho.

Dirigentes petistas afirmaram que a entrada do ex-governador Olívio Dutra como candidato ao Senado mexeu com as peças no tabuleiro estadual. Dutra encabeçará um mandato coletivo que será conduzido junto com os dois suplentes em caso de eleição. Os suplentes ainda não foram definidos.

O PSB, por outro lado, reafirmou o desejo de ter candidatura própria no estado. O PT havia manifestado interesse em oferecer a vice de Edegar Pretto aos pessebistas, mas o ex-deputado Beto Albuquerque avisou correligionários que segue na disputa e que analisa as condições para estruturar a campanha.

A situação no Rio Grande do Sul é uma das maiores preocupações de Lula em relação aos palanques estaduais. O ex-presidente tem dito que um palanque triplo não só anula as chances de vitória de um candidato da esquerda gaúcha, como também prejudica a campanha presidencial.

Em 2018, Jair Bolsonaro teve 46,03% dos votos do estado no segundo turno, contra 29,28% de Fernando Haddad.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna