Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

PL quer Infraestrutura, vetando plano de Tarcísio para sucessor

O PL quer herdar o Ministério da Infraestrutura quando Tarcisio sair para concorrer ao governo de SP

atualizado 24/12/2021 14:20

Fotografia colorida de Tarcísio FreitasColuna Guilherme Amado/Metrópoles

O PL, partido pelo qual Jair Bolsonaro disputará a reeleição, quer herdar o Ministério da Infraestrutura quando Tarcisio de Freitas deixar a pasta para concorrer ao governo de São Paulo, em abril.

O plano, se concretizado, frustrará o empenho de Tarcísio de fazer seu sucessor, o atual número dois da pasta, Marcelo Sampaio, genro do general Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria Geral da Presidência.

A relação do PL com Tarcisio começou conturbada, com o ministro, ao assumir a pasta, promovendo uma caça às bruxas contra quem era indicado pelo partido.  O PL ocupou por muitos anos o Ministério dos Transportes, um dos que integraram a fusão que deu origem ao Ministério da Infraestrutura.

Tudo mudou a partir da aproximação de Bolsonaro com o Centrão, que culminou com a filiação do presidente ao PL. Tarcísio também deve entrar no partido para poder se candidatar ao governo de SP e, para isso, já começou a preparar o terreno. O primeiro gesto foi desculpando-se com o presidente do partido, Valdemar Costa Neto. Ele atribuiu as atitudes no início do governo de Bolsonaro à sua inexperiência.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna